23.4.08

LIBERDADE

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo


25 de Abril de 1974

Sophia



Conquista

Livre não sou, que nem a própria vida
Mo consente
Mas a minha aguerrida
Teimosia
É quebrar dia a dia
Um grilhão da corrente.
Livre não sou, mas quero a liberdade.

Trago-a dentro de mim como um destino.
E vão lá desdizer o sonho do menino
Que se afogou e flutua
Entre nenúfares de serenidade
Depois de ter a lua!

Miguel Torga

21 comentários:

Victor Oliveira Mateus disse...

Sophia, Torga e Liberdade... É selecção cuidada mesmo!
Parabéns à "nossa" poeta!

Licínia Quitério disse...

Com o teu novo livro junto a mim. Obrigada, Graça. Parabéns.

Que viva Abril.

Beijo.

alice disse...

a madrugada esperada ainda hoje, querida graça. que o país ainda tem muito que aprender. gostei dos poemas da sophia e do torga. boa noite e um grande beijinho.

Pena disse...

Doce Amiga:
Dois poemas fabulosos e lindos de dois gigantes das letras.
Liberdades sentidas e reconhecidas pelo fascínio, pureza e ternura.
Sensacional.
Adorei!
Um Bem-Haja enorme pela pessoa que é. Parabéns sinceros de comoção.
Que lindo...lindo...!
Olhe, fiquei deslumbrado pela beleza.
Beijinhos amigos pela sua imensa significação e talento nas escolhas sensatas e sóbrias que fazem maravilhar.
Beijinhos amigos de imenso respeito e estima incalculável

pena

Anónimo disse...

Liberdade, sempre!

Dois belíssimos poemas de dois poetas de excepção. Lindo!
Beijos.

Teresa P.

soledade disse...

Um cravo, a Sophia e tantas memórias! E esperanças ainda por cumprir...
Bom feriado do 25 de Abril.
Um beijo

herético disse...

três beijos - por ti. pela Sofia. pelo Torga...

jorge vicente disse...

dois magníficos poemas, graça.

um beijo almejando a liberdade plena
jorge

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Graça, querida, as tuas palavras me libertam sempre.
beijo no coração

Regina disse...

Escolha perfeita, pois a única liberdade que existe realmente, é aquela que se conquista!

Bom feriado e bjinhos.

cljp disse...

Excelente selecção

maria disse...

Avatares da Esperança, os poetas...Como tu...
Beijo

livia soares disse...

A seleção dos poetas citados é digna da tua poesia. Gostaria de ter acesso aos teus livros.
Um abraço.

amigona avó e a neta princesa disse...

Viva Abril!

acasos disse...

"Nesta revolução singular, onde cravos foram símbolo e a música o código para uma nova era, Portugal cantou nas praças, nas ruas, nos campos que: "O povo é quem mais ordena, dentro de ti ó cidade..."

(Vaz Nunes)

Multiolhares disse...

Ainda há muito que fazer pela liberdade, é só continuar
Bj

Marinha de Allegue disse...

Sempre a palabra axeitada nos teus beizos...

Unha aperta grande amiga.
:)

Benó disse...

Duas grandes figuras das nossas letras e muito bem escolhidas para este dia.
Um grande abraço.

maria m. disse...

bem lembrados, Sophia e Torga!

um beijo, Graça.

nana disse...

obrigada por (mais) esta partilha, graça....

obrigada por esta liberdade.


@-,-'-

João Videira Santos disse...

Diferente, bonito...gostei. (muito!)