8.11.14

Em seara alheia


nunca fales no exílio
na pedra in-disposta
perante o olhar branco
de quem a colocou
perante o corpo

há só um lugar assumido:
paraíso seiva-geradora-de-
tempestade,
o agora tempo
o agora olhar de início,

na vida de todos nós
na vida sempre vida
que é matéria de toda
a linguagem

[mesmo que dela
se aproxime o inumano].

In: Teoria do Movimento. Ed. Autor, 2014, p. 43

30 comentários:

Graça Pires disse...

Este poema aqui publicado pertence ao livro de Jorge Vicente, “Teoria do movimento” dividido em duas partes.
O autor apresenta-nos, numa escrita harmoniosa e singular, a sua voz de poeta dedicando a primeira parte “Auto-Poesis” à linguagem, às palavras, ao poema “nascente da vivência” (p. 23).
E como “dizer é caminhar incólume entre os versos” (p. 9) o poeta oferece-nos, numa segunda parte “Corpo contínuo” um imaginário poético, de estética apurada onde, falando do corpo, completa a primeira parte misturando-se com ela, o que confere a unidade a esta escrita em que “o poema não foi feito/ para a estante desarrumada,/para os limites que as páginas impõem/ à memória”.
Parabéns, Jorge Vicente!
Abraço

Graça Sampaio disse...

O Jorginho que conheci em bebé e só reencontrei já poeta... Parabéns!

Marta Vinhais disse...

Há sempre um olhar... Onde tudo começa...
Gostei muito...
Beijos e abraços
Marta

Ani Braga disse...

Oi Graça querida


Lindo poema.

Beijos
Ani

lis disse...

Obrigada por fazer-nos conhecer novos escritores/poetas,
bonita escolha do poema.
um bom domingo

São disse...

Gostei do poema , mas gosto mais ainda da tua disponibilidade para dar a conhecer quem escreve !

Que tenhas excelente domingo :)

MARY AM disse...

Olá, GRAÇA! Tudo bem?
Vim do blog da Ailime pra te conhecer!
Lindo e inteligente o poema de seu post!
Andei sem entrar nos meus blogs por um "tempinho"! Agora estou voltando a postar ,tanto na minha "Cozinha" , quanto no "Casal de Lobos" (neste postei um Poeminha de Natal que escrevi.). Apareça qdo puder!
Bjinhosss, MARY AM.
http://cozinhandocommary2.zip.net
http://casaldelobos5.zip.net

Daniel Costa disse...

Graça Pires

Aqui, por teu intermédio, tive o prazer de conhecer, a poesia de Jorge Vicente.
Apreciei muito, como gostei do teu comentário, sobre o autor.
Beijos

Ives disse...

Lembrei-me de um compositor ao ler sua poesia! "Vendo as pedras que choram sozinhas no mesmo lugar" Raul Seixas abraços

Nilson Barcelli disse...

Uma excelente escolha poética.
Tem um bom domingo e uma boa semana, querida amiga Graça.
Beijo.

Cadinho RoCo disse...

De uma certa forma provocativo.
Cadinho RoCo

Evanir disse...

Muito bom , e gratificante estar aqui nesse Domingo.
Todos os momentos vividos vale a pena,
sejam bons ,
outros nem tanto.
E assim , que crescemos espiritualmente...
Grande essa nossa amizade sempre com carinho ,
amor , e acima de tudo respeito..
Breve , muito breve..estaremos chegando a mais um Natal.
Espero de coração poder comemorar ,
e ainda poder contar com sua amizade.
Minha vida teve varios altos , e baixo no decorrer desse
ano.
Porém , agradeço a Deus por ainda estar entre vocês.
Não sei se soube retribuir seu carinho.
O fato é , que mesmo distante nunca deixei de amar
nenhuma dessas amizades , que Deus me abençoou
nessa vida.
Deus abençoe você sejas feliz sempre.
Feliz Domingo.
Beijos carinhos eternos..
Evanir..
Minha amiga gostei muito do poema
fiquei conhecendo o autor e escritor hoje.
Seu comentário foi maravilhoso.

Maria Rodrigues disse...

Belo poema. Não conhecia o poeta, obrigado pela partilha
beijinhos
Maria

Lídia Borges disse...


A vida e a arte!... Um compromisso eterno!

Escolhas de quem é uma grande conhecedora da Poesia, da arte da palavra escrita.

Um beijo

jorge vicente disse...

Obrigado, minha amiga, por teres partilhado com tanta gente, a minha poesia!

Mil gratidões!!!

Muitos beijos
Jorge Vicente

Fê blue bird disse...

Um poema inteligente que nos provoca a reflectir.
Obrigada por nos dar a conhecer estes talentos que só nos enriquecem.

beijinho e boa semana

Ana Tapadas disse...

Belíssimo e pleno de força!

Beijo amigo

© Piedade Araújo Sol disse...

uma boa partilha de um senhor Poeta...

:)

heretico disse...

pois bem, "devo-te" mais um poeta talentoso...

cuja obra procurarei conhecer.

beijo

Agostinho disse...

Tudo começa na pureza da intenção na primeira pedra.
Um poema pro-fundo de poeta a descobrir pela mão certa de quem sabe.
Boa semana, Graça.

teresa p. disse...

"...na vida sempre vida
que é matéria de toda a linguagem"

Gostei muito. Parabéns ao poeta!
Obrigada Graça por o dares a conhecer.
Beijo.

EU disse...

Obg por dares a conhecer um poeta que me encantou.
Gosto de ficar a refletir nas palavras e na sua decifração...
Bjo :)

helia disse...

Um belo Poema de um Poeta que eu não conhecia !
Obrigada pela partilha .

Eduardo Aleixo disse...

O agora olhar de início
- gostei muito do poema.

Teresa Durães disse...

Gostei do poema. Parabéns ao autor!

Rita Freitas disse...

Gostei imenso, não conhecia. Obrigada por partilhar

Bjs

Pérola disse...

Um poema diferenciado que faz gostar.

Uma partilha nada alheia, gostei muito.

Beijinhos

ॐ Shirley ॐ disse...

Que bom encontrar o Jorge aqui, com esse belo poema!!!
Graça, beijo!

Nilson Barcelli disse...

Gostei de reler...
Tem um bom fim de semana, querida amiga Graça.
Beijo.

Parapeito disse...

excelente partilha.
Gosto muito. Abraço****