21.8.15

No centro das sombras mais belas


Georgette Douwma

Em direcção a um horizonte de bonança
mergulho até ao recife dos corais.
Sinto a lenta valsa dos peixes.
Recupero a inocência, o espanto,
a volúpia, o deleite.
Adivinho as formas, as cores,
a incisão luminosa.
E sei que é aqui o lugar
onde todas as conchas preferem morrer:
no centro das sombras mais belas.

Graça Pires
De Espaço livre com barcos, 2014

40 comentários:

Hélder Fernando Gonçalves disse...

Bonito poema - Tem a suavidade do movimento cadenciado dos corais!
Bjos

Hélder Fernando Gonçalves disse...

Bonito Poema - Sente-se a suavidade do movimento dos corais!
Bjos

✿ chica disse...

A cada poesia que leio, mais gosto do teu estilo de poetar! bjs, chica

Anete disse...

Graça, um poema belo e colorido... Alegre e determinante!
Bom fim de semana...
Muita paz e abraços...

Luis Eme disse...

Não há qualquer dúvida que é um belo lugar...

abraço Graça

Zilani Célia disse...

OI GRAÇA!
LINDOS COMO AS ONDAS E PROFUNDOS COMO O MAR, ASSIM SÃO TEUS VERSOS.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Isa Sá disse...

Muito bonito. bom fim de semana!

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Sinval Santos da Silveira disse...

Ah, amiga Graça Pìres !
Senti-me parte desta generosidade
literária. Minh´alma, feliz, agradece.
Um carinhoso abraço, aqui do Brasil.
Sinval.

Cleri Biotto disse...

Olá Graça, tudo bem? Quanto tempo..........
Estou reativando meu blog
Como sempre, a beleza e a intensidade fazem parte da sua poética/abraço

Marta Vinhais disse...

E quem não encontra a paz nas cores, no sussurro do mar??? No simples navegar das ondas??
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Agostinho disse...

Belíssimo mergulho "no centro das sombras mais belas" rumo ao belo. O poema descreve uma viagem que todos anseiam assim E quem pode tê-la, enfim?
Obrigado, Graça Pires, pelos momentos perfeitos de poesia que partilha.

Mar Arável disse...

No chão dos barcos
Bjs

manuela barroso disse...

Em cada palavra uma cor . Em cada imagem poética a alegria de uma poesia brilhante, na luz desse enorme Eu poético !
Beijinho , Graça !:)

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde Graça.
Um belo mergulho, bela poesia. Um feliz fds, Beijos.

Pérola disse...

Em centros sem meios, em lados sem curvas ou bermas.

Beijo

Mariangela do Lago Vieira disse...

Um lugar perfeito para desfrutar a paz.
Maravilhoso poema Graça, de uma suavidade incrível!
Parabéns!
Beijos,
Mariangela

tb disse...

Um lugar colorido onde aportar. Todos os teus poemas são tão belos, minha amiga.
Beijinho.

heretico disse...

que seria dos peixes, sem o colorido percurso das conchas?

muito belo, minha Amiga.

beijo

tulipa disse...


Olá Graça

que bela imagem
que colorido tão maravilhoso

o fundo do mar é belo
pena tenho eu não poder fazer mergulho
e ir apreciar toda aquela beleza
e silêncio de Paz

E quem não encontra a paz no suave sussurro do mar?
Obrigada pela visita e comentário.

Se quiseres vem espreitar um post que fiz
no blog "Os meus Pensamentos"

http://pensamentosimagens.blogspot.pt/

decidi.... entrar em desabafo íntimo
porque
Escrever liberta
Liberta a alma dos momentos menos felizes
Só quem escreve, muito ou pouco, bem ou mal, pode entender esta libertação.

Assim sendo, convido a ver por esta ordem para perceber o conteúdo:
segunda-feira, 17 de agosto de 2015 - ROTA EUROPEIA DOS CEMITÉRIOS
sexta-feira, 21 de agosto de 2015 - NÃO GASTES A TUA VIDA COM QUEM NÃO MERECE...

Beijinho.
Bom Domingo.

Cristina Cebola disse...

Um lugar onde os poetas se eternizam: "No centro das conchas mais belas"
É sempre um prazer ler a sua poesia Graça!
Este poema, invariavelmente encheu-me a alma....
Beijinho com o carinho de sempre...

Jaime A. disse...

Sinto que o meu lugar é aqui, aqui onde as sombras ordenam os restos de luar.

Ana Freire disse...

Flutuando na beleza das suas palavras, Graça... conjugadas, com um magnífico suporte em imagem...
Um post absolutamente de sonho!!!! Adorei!
Passando por aqui... enquanto a Net, o permite... deixando um beijo imenso, e agradecendo a visita e palavras de carinho, lá no meu canto... meio parado por estes dias, em que estaremos mais ausentes...
Até breve! E mais uma vez, obrigada!...
Ana

Teresa Durães disse...

Um poema no meio da beleza!

Majo disse...

~~~
~~~ Imagens de grande serenidade,
~~~~~ belas colorações e brilho...
~~~~ Emoções puras e vibrantes...

~ Nuances de magia e grande beleza!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~~~~~~ Abraço, Poeta amiga. ~~~~~~
~ ~ ~

La Joie de Vivre! disse...

querida Graça, que lindas palavras! adorei, adorei, adorei :) sou a nova seguidora do blog, beijinhos

Suzete Brainer disse...

Olá Graça,
A começar pelo título: "No centro das sombras mais belas"
uma bela metáfora de nos tirar o fôlego...
A imagem encantadora acompanhada do principal, um poema de uma beleza
emocionante (assim fiquei,emocionada), nos conduzindo a um mergulho sereno
de uma profundidade poética repleta de luminosidade.
Como gostei de ficar aqui, lendo várias poesia e me encantando...
Vim aqui através deste mar poético (poetas) em comum...
Bjs.

teresa p. disse...

A magia da vida existente no fundo dos mares transmite sempre uma grande paz. Lindíssimo o teu poema e a imagem que o ilustra.
Beijo.

Teca M. Jorge disse...

Gostei muito!!! Beijo e uma flor!

Louisette disse...

wonderfull buon nuito

Sissym Mascarenhas disse...


Bela imagem, poema encanador.

Sinto muita ligação com o mar, adoro ir à praia, nem que seja somente para olhar.

Bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

poetizar no meio da beleza, escolher o belo é sempre muito retemperador.
bela imagem muito bem combinada.
boa semana.
beijo
:)

ruma disse...

Olá.
Suas obras é elegante.
Obrigado por sua visita sempre.

Cumprimentos de Japão. Ruma

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Graça.
Passando para desejar uma feliz semana. Beijos.

Marineide Dan Ribeiro disse...

Até eu gostaria de morrer nesse lugar incrível!!!
A concha de corais é algo belíssimo e você retratou muito
bem tudo isto! E que imagem maravilhosa!!!

Beijos

La Joie de Vivre! disse...

Obrigada, Graça, por retribuir a minha visita. Já há um novo post no meu blog, caso queira espreitar :) eheh beijinhos

margusta disse...

Muito Belo o poema!

ManuelFL disse...

Este poema da Graça é uma celebração da vida, luz cintilante nestes tempos tão sombrios e inquietantes.

manuela baptista disse...

no centro, os habitantes das conchas mais belas


um abraço, Graça

Odete Ferreira disse...

Poema profusamente sinestésico. O paraíso...
Belo, muito belo.
Bjo, Graça :)

Neíza borges disse...

Lindo , dona dessa personalidade ,dando as suas poesias aos amantes dessa preciosidades ,que transforma ,o sisuda pedra esquecida em um canto ,pela camuflada natureza,em berço das mais belas exaltação para o amor ..."A poesia"... Bom que termos esses talentos...