23.4.18

LEMBRAR ABRIL



ATÉ SER OUTRO DIA

Mesmo que nos queiram
roubar a luz
não conseguirão
amordaçar a voz
que rebenta no chão
em flor 
às mãos cheias

Abril respira a céu aberto
contra nevoeiros
mares desgrenhados
e outros destinos

Ainda há crianças a plantar cravos
no coração das aves

a levar o pão
à boca das sementes

até ser outro dia

Eufrázio Filipe
In: Chão de marés: colectânea de poesia 2013-2016. Póvoa de Santa Iria: Lua de Marfim, 2017, p. 11

55 comentários:

Larissa Santos disse...

Bom dia. Poema lindo demais. Adorei :))

Hoje:- Meus olhos vagueiam em teus lábios
.
Bjos
Votos de excelente Segunda -Feira

Ana Rodrigues disse...

Lindas palavras cheias de esperança! Boa semana :) beijinhos

✿ chica disse...

Uma data sempre lembrada...Linda poesia! bjs, chica

Tais Luso disse...

"Mesmo que nos queiram
roubar a luz
não conseguirão
amordaçar a voz
que rebenta no chão
em flor
às mãos cheias"

Que lindo, Graça!! Poema forte.
Um beijo, amiga! Uma ótima semana.

Marta Vinhais disse...

A esperança....num mar de Cravos...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo poema de homenagem a esse grande dia de liberdade.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Cidália Ferreira disse...

Poema brilhante!!!
:)

Beijo e uma excelente semana.

silvioafonso disse...

Inspiração total e
profunda.

Linda de morrer, como
diria o Palhaço Poeta.

Um beijo e boa tarde.

silvioafonso


.

María Perlada disse...

Preciosos versos.

Feliz Día del Libro.

Besos

Ailime disse...

Boa tarde Graça,
Um poema muito belo de Eufrázio Filipe para que Abril seja sempre lembrado e os cravos permaneçam sempre viçosos!
Magnífico momento poético.
Obrigada, minha Amiga Poeta.
Um beijinho e boa semana.
Ailime

Teresa Almeida disse...

Preciosa colheita em seara alheia!
Parabéns ao poeta Eufrásio Filipe.
Beijinhos aos dois.

José Carlos Sant Anna disse...

Cravos que nos alimentam e nos acompanham.
Essa Revolução é um pouco nossa. Poema vigoroso para manter a chama acesa!
Um beijo, minha amiga!

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Graça!
Fez-me lembrar de uma música daqui que se chama Cio da Terra... gosto muito!
Seu poema tem uma intensidade que espanta!
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm de paz e bem

tulipa disse...


Boa tarde Graça,

bom post....O DIA DA LIBERDADE
Belo poema!

OBRIGADA pelos seus comentários!
Obrigada pelas suas visitas

Não haja dúvidas que fiz uma viagem maravilhosa
e estou CHEIA de novidades para MOSTRAR
TENHO ANDADO A SALTITAR DE BLOGUE PARA BLOGUE,
mas estou a TENTAR fazer a SEQUÊNCIA do meu passeio de bus e a pé...
fiz 2 artigos neste blogue:
http://tempolivremundo.blogspot.pt/
e,
ontem fiz a sequência neste blogue:
http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/

Porquê? poderá perguntar
e eu explico:
porque o post que fiz ontem foi mesmo um MOMENTO PERFEITO
é que, nem todos são...

Foi uma viagem riquíssima interiormente
tudo o que presenciei,
as cerimónias de diversas religiões
enfim....
não consigo encontar palavras para descrever
há um ditado que diz:
uma imagem vale mais que mil palavras
daí....eu estar a mostrar-vos tudo com imagens que captei

Beijinhos

Entretanto foi o meu aniversário
também fiz um post alusivo ao mesmo
e, assim continuo embrenhada
na Blogosfera
para "esquecer" coisas menos boas.

Tudo de bom!
Uma excelente semana, Tulipa

Graça Sampaio disse...

Muito bem! Muito bom! E eu concordo...

Viva o 25 de Abril, sempre!

Fá menor disse...

E, sim, hoje em dia
"Ainda há crianças a plantar cravos
no coração das aves"

Mas,
"não conseguirão
amordaçar a voz"
apesar de bem tentarem.

Um belo poema do Eufrázio Filipe.

Beijinhos.

Mar Arável disse...

Bjs tantos minha amiga

Emília Pinto disse...

Vivi esse dia, no inicio com medo, depois, com muita emoção pelo que representava esse acontecimento e também por ter ocorrido com sensatez e sem violência. Muitos erros foram cometidos depois, interpretações erradas do que significava a liberdade causaram problemas a muitas pessoas, mas mesmo assim Portugal pode sentir orgulho desse golpe de estado pacifico . E bom que o recordemos sempre para que a liberdade continue, para que a igualdade de oportunidades sejam as mesmas para todos e, principalmente para que as crianças deixem , definitavente, de ter de plantar os cravos para que os adultos os usem para festejar este feliz acontecimento; infelizmente muitas coisas estão a ser esquecidads e muitas crianças ainda têm de abandonar a escola para ajudar a por na mesa o pão de cada dia. Parabéns ao nosso amigo Eufråsio e obrigada, Graça por teres partilhado connosco este belo poema. Um beijinho
Emilia

Pedro Luso disse...

Olá, Graça!
Uma bela postagem, querida amiga, compartilhando conosco esse belo poema de Eufrázio Filipe.
Uma excelente semana, com muita paz.
Beijo.
Pedro

São disse...

VIVA PORTUGAL !!!

VIVA A LIBERDADE!!!

ABRIL, SEMPRE !!!

Abraço fraterno, minha querida .

Zilani Célia disse...

OI GRAÇA!
QUE ESCOLHA MARAVILHOSA AMIGA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Isa Sá disse...

Bonito poema!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Gil António disse...

Bom dia. Visitando e elogiando a sua publicação.Um poema brilhante a merecer, cada verso, uma profunda reflexão
.
* Amor = Fogo que Arde em Chispas Ardentes. *
.
Cumprimentos

Luis Eme disse...

ABRIL SEMPRE!

abraço

Majo Dutra disse...

A sonante força lírica do nosso amigo, EF.
Viva o 25 de Abril! Para todo o sempre!
Beijinhos, Amiga.
~~~~

Luísa Fernandes disse...

https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
Boa noite Graça!
Maravilhosa poesia, lembrando o 25 de Abril, a revolução dos cravos e o sentimento de liberdade... símbolo da grande repressão que havia. Gostei!
Beijinho e tenha um bom descanso de feriado.
Luisa Fernandes

Sinval Santos da Silveira disse...

Querida Mestra/Poetisa, Graça Pires !
Que belo texto selecionado das entranhas
poéticas de Eufrázio Filipe !
Imagino a importância emocional...
Parabéns, uma ótima semana e um carinhoso
abraço, aqui do meu Brasil.

Gracita disse...

Que esta data marcante tatuada nos corações de cada um seja sempre lembrada e reverenciada tal a sua amplitude e significado
Um poema esplêndido para esta celebração
Beijos e carinhos

teresa p. disse...

Uma bela homenagem ao 25 de Abril. O poema e a imagem são maravilhosos.
Beijo.

Manuel Veiga disse...

ofereço-te um cravo vermelho, Graça

Viva a Liberdade!

beijo, minha Amiga

Anete disse...


Lembrar sempre do Abril-Esperança...
Texto bonito, com expressões extravasantes...
O meu abraço neste DIA 25/04...

Olinda Melo disse...


Até ser outro dia. Porque a Liberdade é uma
construção de todos os dias, disse alguém hoje.
E estou de acordo.

Bj

Olinda

Lucinalva disse...

Olá Graça
Ótima reflexão, desejo um belo dia. Abraços.

© Piedade Araújo Sol disse...

Uma escolha perfeita de um poema belíssimo do Eufrázio Filipe e muito apropriado a este dia.
A foto de suporte só poderia ser esta para fechar e bem o poema.
Gostei muito.
Continuação de boa semana.
Beijinhos
:)

A Nossa Travessa disse...

Minha querida Gracinhamiga II

Se fosse preciso "inventar" um poema para este Dia da Liberdade este do Eufrázio Filipe já estava inventado. Nada mais.Viva o 25 de Abril

Muitos qjs de cravo ao peito deste teu amigo e admirador
Henrique, o Leãozão

solfirmino disse...

Amiga, já estava pensando que era seu, até que vi embaixo o nome do autor. Daí a escolha não ser mero acaso...
Espero que esteja tudo indo bem.
Beijinho

Jaime Portela disse...

Um magnífico poema do Eufrázio, poeta que aprecio.
Continuação de boa semana, amiga Graça.
Beijo.

Marta Moura disse...

Liberdade sempre.

baili disse...

beauty and liberty!
charming words! dear Grace
happy spring :)

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Graça
Um bela partilha. Lindo poema. O dia da liberdade merecia esse belo poema. Feliz fds. Grande abraço.

Daniel Costa disse...

Nada mais podemos fazer, senão incensar Abril com os nossos poemas e por todos os meios, o mesmo que, voltar ao passado nunca mais.
Beijos

AC disse...

Magnífico poema.
Parabéns, Eufrázio!

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, Graça,
cada dia no chega como presente e devemos vivê-lo com
a liberdade que nos vai na alma.
Sempre haverá outro Abril, outro mês, outro dia, outro ano,
outra e nova chance. Belíssimo!
Beijos!

Agostinho disse...

E a ordem é:
dos adultos fazer crianças!
Lancem as mãos à terra
e lavem a iniquidade
até ao chão
Há-de brotar a flor escarlate
casada com liberdade
e verdade

Anónimo disse...

Obrigado pelo seu carinho no meu cantinho .... bjus

Ana Freire disse...

Belíssimo trabalho, que tão bem revela o espírito desse Abril tão especial... que plantou tantas sementes de futuro, e de esperança... pode ainda não ter dado todos os frutos desejados... mas a semente está lá... se continuar a ser cuidada...
Mais uma belíssima partilha, por aqui, Graça!
Beijinho! Bom domingo!
Ana

teresa dias disse...

Graça, aplaudo a escolha e partilha deste belo poema do amigo Eufrázio.
Há que celebrar Abril, sempre! Com cravos, muitos cravos vermelhos.
Beijo.

Lu Dantas disse...

Que bonito! Liberdade sempre! ;)

beijos!

https://ludantasmusica.blogspot.com.br

Maria Rodrigues disse...

Uma data que nunca deve ser esquecida.
Lindo poema.
Beijinhos
Maria from
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Toninho disse...

Oh, liberdade abras os braços para nós.
Que as crianças plantem e plantem mais cravos e saibam o perfume bom da liberdade.
Que esta terra seja sempre um imenso Portugal.
Bela homenagem para o fim da solidão.
Beijos

Tais Luso disse...

Maravilhoso poema comemorativo!
Lindo e amado Portugal.
Beijos!

manuela baptista disse...

e lembro aqui, Abril, neste mês de maio


um beijo, Graça

Odete Ferreira disse...

Excelente escolha, amiga!

solfirmino disse...

Já maio acabando!
E as crianças são sementes do outro dia, se houver um amanhã...
Beijo, querida

Parapeito disse...

Que nunca se perca a coragem nem a vontade de lançar as sementes à terra.
Adorei.
Abril sempre a florir no coração e na memória de todos .
Abraço e brisas doces **