20.3.11

Talvez existam anjos com olhos de musgo

Manet


Caminhamos por entre as árvores
com a boca a saber a menta e a malvas.
Trazemos nas mãos um herbário
de tão fugaz esperança
que nenhuma outra se tece sem desvios
na dobra do peito.
Talvez existam anjos com olhos de musgo
à beira dos abismos por onde se esgueiram
os dias que nos roubam a eternidade.
Talvez a turbulência verde na borda dos ribeiros
unja de seiva a passagem do tempo.

Graça Pires
De A incidência da luz, 2011

Agradeço a todas as amigas e a todos os amigos que estiveram na minha Festa. Agradeço também a todos os que queriam estar e não puderam.
Bem hajam !

53 comentários:

Lou Vilela disse...

Gostaria muito de ter podido prestigiá-la. ;)

Quanto ao poema, transcende.

Beijos

tecas disse...

Talvez, talvez existam anjos com olhos de musgo à beira do abismo...
Lindo querida Graça.
Lamento não ter estado presente, não é possível estar em todo o lado, mas pedi à Alice para me trazer o seu livro.
Breve o terei na mão para o saborear.
Adoro a sua poesia, querida Graça.
Bjito e uma flor

Luis Eme disse...

espero que tenha corrido tudo como desejavas, com muito carinho, emoção e poesia da boa.

beijinho Graça

Pena disse...

Consagrada e Brilhante Poetiza Amiga:
"...Talvez existam anjos com olhos de musgo
à beira dos abismos por onde se esgueiram
os dias que nos roubam a eternidade.
Talvez a turbulência verde na borda dos ribeiros
unja de seiva a passagem do tempo..."

Que "coisa" mais agradável e perfeita.
Parabéns pelo seu génio enorme.
A sua poesia fascina, sabe disso, não sabe?
EXCELENTE!
Fiquei maravilhado e deslumbrado pelo seu encanto de "confeccionar" versos sublimes. Apesar de já ser habitual.
Bem-Haja, pela ternura expressa no meu blogue.
Abraço de respeito, estima e imensa consideração.
Sempre a admirá-la

pena

É divinal no que cria com brio e de forma de maravilhar.
Sublime e genial.
Amiga Poetiza, é fantástica.
Adorei.

Gisela Rosa disse...

Adorei lá estar Graça e poder vê-la e ouvi-la de novo!

Os seus poemas são como "anjos" que encantam e guardam quem os lê..

um beijo Graça

Gosto MUITO deste poema

Braulio Pereira disse...

olá querida amiga

obrigado pelo teu carinho.
sem a tua força nao sou nada..

parabens pela festa,muitos exitos bravo. o meu aplauso..

em breve vou fazer uma pausa. estarei em alenquer

beijos !!

Amélia disse...

Gostei muito do poema.Ainda bem que a festa foi bonita, Graça.Um beijo e parabéns!

Parapeito disse...

foi tão tão bom :)
Não sei se existem anjos com olhos de musgo...mas...creio que os há com muita Graça Pires.
Brisas doces***

Marta disse...

Encontramos sempre anjos....
Que nos falam com coração como o poema....
Que o livro seja um sucesso...e que haja sempre luz....
Beijos e abraços
Marta

AFRICA EM POESIA disse...

Graça Feliz
Aguardo e envie-me o nib
beijo

carlos pereira disse...

Cara POETISA Graça;
Talvez os nossos olhos vejam tudo isso e também a flor silvestre que brota, sozinha, sem brocados, nas agruras da vida.
Gostei muito do seu poema, ao que constato ser do novo livro.
Os meus sinceros parabéns.
Um beijo.

heretico disse...

felicito-te, minha amiga.
pelo poema, pelo livro e pelo teu enorme talento literário.

beijos

José Sousa disse...

Poderá não ter sido a primeira vez que venho até seu espaço. Lindo mesmo! não só a estética, que é lindissimo, mas também o que nele coloca. Tudo mesmo muito bom! São escritos que saiem da alma e que faz mexer com outras almas!

Tudo de bom lhe desejo e voltarei mais vezes aqui. Seja meu seguidor, serei seu também!

Um beijo e um abração.

Tania regina Contreiras disse...

Anjos com olhos de musgos... Talvez existam tantos e em tantas formas diversas, mas fico com esses e com a beleza tocante de seus versos!
Beijos,

Maria Clarinda disse...

Graça...a linguagem dos afectos esteve em todo o ar que se respirou naquele momentos tão especial.
Não imaginas como fiquei feliz por ter podido participar e estar presente.
Um abraço, um estreitar ainda mais os laços criados.
Obrigada, Amiga e...até ao abraço mais próximo, que espero seja em breve.

Fernando Campanella disse...

Talvez o verde, o verde em seiva, seja nossa maior sede, a memória mais funda em nós, Graça.
"...Talvez existam anjos com olhos de musgo
à beira dos abismos por onde se esgueiram
os dias que nos roubam a eternidade." Muito belo.
Parabéns pelo lançamento do livro, minha querida amiga, queria ter estado lá para te ouvir, sim, e me encantar. Bjos.

Parapeito disse...

Doce Graça
Chegou a primavera!
Que seja o sorriso ramalhete de mil flores a perfumar o dia que começa!
brisas doces**

teresa p. disse...

Linda a festa da tua poesia. Teve muita cor, muita luz e a emoção dos afectos...
Por isso, realço a última parte deste poema:
"Talvez a turbulência verde na borda dos ribeiros
unja de seiva a passagem do tempo."
Beijo

tb disse...

Agradecida sou eu, graça.
Beijinho

De Amor e de Terra disse...

Olá Graça, boa tarde.
Lamentavelmente o meu Amigo de Lisboa que se tinha disponibilizado para ir à tua festa, teve um contratempo. Ficou-me a tristeza de não estar; outra vez será. Contudo sei que foi bom.
Quanto ao teu poema, gosto MUITO, como sempre, e como acredito em Anjos, gosto mais ainda...só não sei se os seus olhos são de musgo.
Bjs.
M.M.

joaoletras disse...

se nenhuma esperança se tece sem desviu, só nos resta mesmo esses TALVEZ.
LINDO POEMA

pin gente disse...

acredito que há anjos
muitos deles terão olhos de musgo


um abraço pela festa
um prazer
muito sucesso
feliz primavera, graça!
beijos
luísa

manuela baptista disse...

de anjos não sei

mas existem poemas
para ler na borda dos ribeiros, os pés na água fria

e a turbulência do tempo
será apenas o veludo dos olhos, quando de anjos eu souber

...foi bonita a sua festa, Graça!

porque as pessoas são feitas de palavras, mas as vozes

são outra forma de acontecer

um beijo

manuela

alice disse...

foi uma honra participar desta festa da poesia e da beleza. a graça é um verdadeiro encanto humano! mais uma vez, muito obrigada pelo convite! um grande beijinho, minha amiga*

Márcia Luz disse...

Graça
Sua sensibilidade é extraordinária.
Não tinha como ir a sua festa, mas tenho certeza que os anjos todos estiveram lá.
Sucesso!
Beijos.

Cristina Fernandes disse...

Obrigada Graça pela belíssima tarde de poesia e de confraternização que proporcionou. Um belíssimo livro de poesia... surpreende o encanto de cada cor enraizada em cada poema...
Beijinho
Chris

Cata- Vento disse...

Que a tua festa tenha sido um sucesso e que os teus livros corram este país espalhando os teus belos poemas pelos seus quatro cantos.
Quanto ao poema de hoje,está perpassado do reverdescimento que chega com a Primavera.
" Talvez existam anjos com olhos de musgo..."

Beijinhossss

Bem-hajas!

d'Angelo disse...

Talvez existam anjos. Quanto às deusas, não há dúvida, pois somente uma poderia dizer "um herbário de tão fugaz esperança que nenhuma outra se tece sem desvios na dobra do peito".

Victor Oliveira Mateus disse...

Olá

Virgínia do Carmo disse...

Sem dúvida, belo e luminoso.

Beijos

Victor Oliveira Mateus disse...

Peço desculpa por aquele "olá" que me saiu antes do tempo, mas o meu P.C. é muito intempestivo.
Também eu gostei da tua festa, festa essa que a tua escrita bem merece.... mesmo sem ter ficado sentado perto da Sra. Dna Teresa P., como tantos dos admiradores da dita senhora :))), e mesmo sem ter sentido o odor das camélias do Sr. Nunes - fui feliz naquela tarde, CONVOSCO!!!
1 bj. de amizade.

© Piedade Araújo Sol disse...

talvez os anjos tenham olhos de musgo e a graça seja um anjo que tenha poesia nos seus olhos.

um poema com sabor a verde e esperança.

um beij

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Dizem que a vida tem que continuar, por isso estou aqui pra agradecer as palavras de conforto que recebi no blog e dizer que achei lindo a manifestação e o carinho de cada um de vocês. Obrigado!

JC

Laura Ferreira disse...

Tive pena. Fica para a próxima. Desejo-lhe muito sucesso. Um beijinho.

Licínia Quitério disse...

Sei que foi bonita a festa, Graça. Parabéns! A grande Poesia aqui continua pela tua mão, pela tua emoção que fazes nossa. Um grande abraço, Amiga.

AFRICA EM POESIA disse...

Graça
Amiga recebi e fiquei feliz.
agradeço.
Já fui ao mail para me deixar o nib...
beijinhos

Vieira Calado disse...

Bem belo!

Bjjsss

livia soares disse...

Bem que eu queria estar lá.
Estou por aqui tirando o atraso da leitura do seu belo blog.
Um abraço.

Paula Raposo disse...

Mais um belíssimo poema! Muitos beijos.

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Ah, eu vi as fotos no blog do Vitor! Adorei ver-te e ver o lançamento. Não há filmagem dele?
Fico muito feliz por mais essa conquista, que é dos teus leitores também, por nos presentear mais uma vez com tuas palavras.
Ler um poema novo teu é ganhar antecipadamente o presente de Natal.
Um grande beijo, minha querida.
Tu és gratia no horizonte das palavras.

Ana Martins disse...

Muito lindo Graça!

Beijinho amigo,
Ana Martins

Úrsula Avner disse...

Oi Graça,

Parabéns por mais essa conquista. Sucesso ! O poema é lindo, traz em seus versos alma e coração. Bj,

Úrsula

Nilson Barcelli disse...

Depois de ter lido o teu excelente poema, sei que existem anjos com olhos de musgo...
Parabéns pela tua Festa. Não me foi possível estar lá, mas já soube que correu muito bem.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijos.

Mofina disse...

Anjos com olhos de musgo

Imagem límpida, bela, melancólica...

Felicito-a novo livro!

António R. disse...

Talvez os dias não nos roubem a eternidade, talvez sejamos nós próprios a fazê-lo. Talvez existam anjos com olhos de musgo, talvez a poesia seja uma ponte para saltar abismos. Talvez sim ou talvez não...
Beijos.

Clebson Moura Leal disse...

Olá, querida Graça!
Como estás?

Parabéns pelo lindo trabalho que tens feito! :D


Adoraria que visitasse meu blog, tenho certeza que gostará dele.

Estou começando na poesia... então tudo tem uma leveza maior.

http://semcorponenhum.blogspot.com/



Um grande beijo.

AC disse...

Graça,
É sempre um enorme privilégio lê-la...
(Dê notícias do seu livro, p.f.)

Beijo :)

viernes disse...

belas impresões as que sugerem estas belas palavras... Parabéns!!

Um beijo

Desnuda disse...

Querida Graça ,


O poema é belíssimo e lindamente ilustrado por Manet. Sentimos o frescor que exala dos versos....


Com certeza foi um sucesso e um feliz dia para todos. Parabéns!

Beijos com carinho e ótima semana.

Flor disse...

Que pena não ter passado por aqui e não tive conhecimento da festa.

Dou-te os meus parabéns e desejo-te toda a felicidade do mundo.

Lindo poema.
Beijinhos
Flor

avlisjota disse...

Talvez; existam pontes, cordas, margens... e a esperança mesmo que efémera que do outro lado esteja um anjo!

Muito belo Graça, parabéns pelo sucesso do teu livro!

José

lupuscanissignatus disse...

aromático

tear

[ornado de
caminhos
e descaminhos]



*parabéns pelo
lançamento do
novo livro*

Anónimo disse...

Olá foi a 1ª vez que vi o teu blogue e gostei muito!Bom Trabalho!
Adeus