29.6.11

Quando chegaste

Alvarez Bravo

Como se nada pudesse alterar o percurso de uma paixão,
enfeito os ombros de mimosas e mudo de perfume, para
inquietar quem roce os meus cabelos.

Chegaste: trazias nos olhos toda a claridade 
das manhãs da tua infância
e um sorriso de menino triste no contorno da boca.
Chegaste: o meu olhar propício ao teu olhar. 
A marca da sede nos meus lábios. 
Um frio perturbado, coagulando-me o sangue e o sexo.
Chegaste: lembras-te como, em nossas mãos, 
se insinuou um rio e, sem tréguas, os dedos 
deslizaram, lentamente, adivinhando
o começo da nascente em nossos corpos ?

Graça Pires
De Reino da lua, 2002


ATENÇÃO: Há blogues onde não consigo deixar comentários porque não aceitam a conta do Google. Na selecção do perfil falta o item Nome/URL. Não sei se é possível a correcção. Obrigada. G.P.

52 comentários:

Amélia disse...

Muito bom, Graça.Beijos

AnaMar (pseudónimo) disse...

Há memórias que nunca esquecem.
(como o delinear dos corpos em decalque de almas suspiradas)
Belo, Graça.

Luis Eme disse...

que bela história de amor.

beijinho Graça

Pena disse...

Estimada Poetiza de sonhar e sonhar:
"...Chegaste: lembras-te como, em nossas mãos
se insinuou um rio e, sem tréguas,
os dedos deslizaram lentamente adivinhando
o começo da nascente em nossos corpos ?..."

Um poema doce e muito bonito, como a sua autora.
Transcendem de beleza e pureza os seus versos sublimes e mágicos.
Sem palavras mais dado o fascínio do seu sentir maravilhoso.
Respeisamente,

pena

Excelente, brilhante poetiza.
Bem-Haja, pela hora da sua preciosa amizade.

helia disse...

Obrigada pela visita ao meu blog . Também gostei muito de visitar o seu e de ler o seu excelente Poema !
Parabéns.

maria azenha disse...

Belíssimo, Graça.

Beijo

José Manuel Vilhena disse...

...nada pode "alterar o percurso de uma paixão".Assim é.
:)

Marta disse...

E quando se chega....esquece-se o resto...
Vive-se as memórias no desejo...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

carol disse...

Lindo, lindo! Muito sensual. Cheio de amor, de entrega, de paixão.
Gosto muito. Vou copiar para o meu caderninho.

Merci bien!
Beijinhos.

António R. disse...

Este é um poema que marca. Na paixão há que aproveitar bem o momento da chegada, pois também há sempre um momento de partida.

Benó disse...

Com o carimbo GP.
...os dedos deslizaram lentamente adivinhando o começo da nascente em nossos corpos?
Insinuações poéticas, sempre belas de se lerem.

carlos pereira disse...

Minha cara POETISA Graça Pires;
Magnífico poema de amor; belo e sensual.
Gostei imenso.

VÉU DE MAYA disse...

A supresa do amor a transbordar de paixão numa bela transfiração poética. O teu timbre de qualidade.

abraço carinhoso,

Véu de Maya

manuela baptista disse...

e desinquietadamente
os ombros são luz

nem foi preciso chegar, já cá estava

o poema
e é bonito!


um beijo

manuela

Mofina disse...

Belo e intenso!!!

hfm disse...

Apenas dizer-te o quanto gostei. Há poemas que não se comentar.

© Piedade Araújo Sol disse...

G.

um dos mais belos poemas teus que já li.

terno e sensual.

beij

teresa p. disse...

"...em nossas mãos, se insinuou um rio..."
Lindíssimo poema de Amor, carregado de imagens belas e sensuais.
Também gosto da foto.
Beijo.

Vivian disse...

...lindíssimo como sempre!

bj, alma poética!

Carlos Leite disse...

O seu blog é fantástico! Ainda não consegui formar uma opinião completa sobre si... Ainda não li tudo, mas do que li, está óptimo!!! Muitos parabéns e, obrigado por partilhar connosco a sua arte!
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

viernes disse...

em nossas mãos se insinou um rio... que belo!
palavras cheias de sugestão!
um beijo

Adriana Karnal disse...

o final é lindo, Graça.

Teresa Durães disse...

lindo poema!

heretico disse...

deslumbramento amoroso. de uma sensualidade vibrante e delicada,

belíssimo.

beijos

Virgínia do Carmo disse...

Um momento muito belo e inesquecível.

Beijinhos, Graça

Gisela Ramos Rosa disse...

Querida Graça,

A sua escrita deixa-me sem palavras. Quanto Amor, quanta inocência, quanta verdade, obrigada por me permitir ler estes versos.

Um grande beijinho e saudades, Gisela

tecas disse...

Existem momentos na vida de cada um que nunca se esquecem. As memórias não se apagam.
« lembras-te como, em nossas mãos
se insinuou um rio» Excelente metáfora. Todo o poema é um correr de memórias.
Lindo.
Bjito amigo, querida Graça.

Álvaro Lins disse...

Belíssimo!

Laura Ferreira disse...

Lindíssimo, Graça. Adorei.

N. Barcelli disse...

As chegadas são quase sempre de enorme claridade...
Parabéns pelo talento da tua poesia.
Um beijo, querida amiga Graça.

Canto Turdus Merula disse...

gosto de aqui chegar
meu olhar mergulhar
acender um renovar
do antigo hábito de navegar.

Um abraço.

Amor feito Poesia disse...

“Os anjos se fazem notar apenas para aqueles que acreditam na sua existência, embora sempre estejam presentes." (Paulo Coelho)

Beijos na alma......M@ria

Carlos Teixeira Luis disse...

todos os mares
revoltos mares
mar da lua
da tua lua
no focinho da intempérie
no rancor da vociferante tempestade
tornado das eras
ira dos deuses mártires
todos os mares
jorram e não páram
todos os mares
todos
todos os mares/rodam no olho do tufão e saciam-se nos peitos da escarpa
todos os mares


Não precisa comentar, eu venho aqui e trouxe-lhe este poema de oferta. Como se fosse uma flor.

Abraço, Graça Pires.

Eduardo Aleixo disse...

Lindo. Como sempre. Tenho estranhado a sua ausência. Espero esteja bem. Beijinhos.
-
Tb me está a acontecer não conseguir comentar em blogues pelos motivos que indica! Não sabe como se resolve o problema?

Mar Arável disse...

Excelente como sempre

Memória de seda fina

mundo azul disse...

__________________________________


...belo e delicado poema! Lembranças traçadas em fina letra...


Beijos de luz e o meu carinho!!!


______________________________

Desnuda disse...

Querida amiga,

Achei especialmente belo e terno. Versos que fazem caminho no coração do leitor. Adorei.


Beijos com carinho, Graça.

avlisjota disse...

Como um rio que nasce nos olhos e que flui sem parar do começo ao desaguar...

Um bj

José

AC disse...

"Quando chegaste", partimos na viagem da cumplicidade dos anseios, dos sentidos...
Muito belo e tocante, Graça!

Beijo :)

Jaime A. disse...

A chegada traz tudo e todos os sonhos por realizar. Um lindo poema

Fernando Campanella disse...

As palavras brotando das mais recônditas sensações, as belas palavras desenhando nossos desejos, impressões....Belo poema, a nascente do mais belo sentimento que nos põe em vida. Bjos, Graça.

Parapeito disse...

há memórias que ficam sempre coladas ao corpo.
Tão bonito...tão quente..tão cheioo de sensualidade doce.
Brisas frescas para si****

Braulio Pereira disse...

olá amiga Graça


voltei de novo a barcelona


foi bom mas tinha saudades vossas


beijos!!

A.S. disse...

Há páginas escritas que resistem à erosão do tempo. São o nosso mais precioso tesouro!


Beijos,
AL

lupuscanissignatus disse...

o pulsante

rio das

mãos



*bom-fim-de
semana*

Rosinha disse...

Belo e sensual...gostei muito :)
Beijos

Licínia Quitério disse...

Esse "quando" que fez nascer o grande rio da paixão...
Lindo, Graça, sempre.

De Amor e de Terra disse...

...e quando, ou melhor, sempre que chega, "é a FESTA!"
Bjs.
M.M.

sandrafofinha disse...

Amiga em relação ao não conseguires comentar nalguns blogues vou-te perguntar: ja experimentaste em usar o firefox como motor de pesquisa??? é que comigo andava a acontecer a mesma coisa e desde que tenho o firefox tudo mudou e ja consigo comentar em todos os blogues. Verifica isso amiga. Beijinhos.

Graça Pires disse...

Obrigada Sandrafofinha, mas não deu resultado. Penso que seja um problema do blogger. Também não consigo deixar comentário no seu.
Um beijo.

BlueShell disse...

Lindo, mesmo lindo! Beijos grandes

VILLAGE 1963 disse...

Olá Graça, delicado,belo e intenso de emoção são seus escritos. gosto!! tenho um blog no qual publico as capturas que faço algumas vezes escrevo algo em outras público de outros autores. Parabéns pela leveza!!

:: mando os links do blog e do site de fotografia, caso ache algo interessante e queira utilizar alguma imagem fique a vontade.

Gysellle

http://fluxus7.blogspot.com/
http://www.flickr.com/photos/village63/