17.2.15

Em seara alheia



Depois poderás dizer que a esperança é um rio
que atravessa os pés de quem anda
descalço sobre as pedras

Gisela Gracias Ramos Rosa
In: As palavras mais simples. Macedo de Cavaleiros, 2014, p. 94

32 comentários:

Graça Pires disse...

A poesia da Gisela Ramos Rosa não precisa de apresentação. Apenas quero referir algo do que, a propósito deste seu livro “As coisas mais simples” disse, no prefácio, Ricardo Gil Soeiro: “Entre a palavra e o silêncio há algures uma morada à nossa espera: através da imaginação poética somos chamados a captar esses efémeros lampejos, frementes parcelas de luz, cintilando perpétuos inícios. Gisela Ramos Rosa di-lo melhor: «toda a escrita é uma promessa» (p. 112) ”Parabéns Gisela!

✿ chica disse...

Bela partilha e deixo beijos às duas! chica

Majo disse...

~
~ ~ Ainda não a li.

~ ~ Grata pela partilha, Poeta.

~ Dias plácidos e inspirados. ~
~ ~ ~

Cristina Cebola disse...

Tal como a esperança, qualquer outra sensação, só chega até nós, se estivermos receptivos, despidos e descalços de ruídos, para a receber...

Tão lindo Graça, belíssima partilha!

Beijinho meu...

Licínia Quitério disse...

Muito bela a Poesia da Gisela. Obrigada, Graça, por a trazeres aqui.

Agostinho disse...

Se a esperança lavasse aqueles pés
E os levasse à plenitude da foz
Muito gente teria fé - até nós:
De boa cepa o vinho só pode ser bom!

© Piedade Araújo Sol disse...

curto e tão completo...
obrigada pela partilha!

:)

Marta Vinhais disse...

E quando temos esperança... nada, nem ninguém morre...
No tempo e nas memórias de cada um...
Gostei muito..
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

São disse...

Bela definição de esperança!

Abraço para vós

anamar disse...

A esperança é sempre um rio, só não sabemos onde vai desaguar.

Beijinho, Graça.

ana

Ana Tapadas disse...

Como eu aprecio pequenos - grandes poemas! Excelente escolha.

Beijinho meu

Sinval Santos da Silveira disse...

Amiga, Graça Pires !
Tanto diminuto, o texto, quanto gigante, nas diversas interpretações.
Parabéns, querida Poetisa, pela
bela escolha em "Seara Alheia."
Um fraterno abraço, aqui do
Brasil.
Sinval.

Cia. De Teatro Atemporal disse...

Gostei muito, Dona Graça!

Receba o Carinho e Abraços Bem Espremidos da Cia. De Teatro Atemporal!

Clemente.

heretico disse...

poema cintilante - vibração de cristal!

beijo

Smareis disse...

Esperança muito bem definida.
Deve ser um livro excelente, com palavras que valem ouro.
Gostei muito da leitura Graça.
Estou a ficar por aqui
Deixo um abraço!

vendedor de ilusão disse...

Olá, Graça!
Gostei..., é muito!
Feliz resto de semana.

teresa p. disse...

Um poema breve, mas com um enorme conteúdo de esperança.
Gostei muito!
Parabéns à Gisela.
Beijo.

Teresa Almeida disse...

Belo e profundo!
Obrigada, Graça.
Beijinho.

helia disse...

Nunca devemos perder a esperança, porque com esperança vivemos mais felizes ! Excelente Poema !Obrigada pela partilha.

Ailime disse...

Boa noite Graça,
Que poema lindo! Pequenino, mas com muito para reflectir!
Um beijinho e bom fim de semana.
Ailime

Silenciosamente ouvindo... disse...

A poesia nunca me cansa. Há muitos
anos uma amiga minha, dizia que a
poesia estava em desuso...ela própria
tempos depois voltaria a valorizar
diversos poemas. Para mim a poesia
faz parte da vida e é sempre muito
bom lê-la, ouvi-la e conhecer novos
poetas/poetisas.
Tenha amiga, um bom fim de semana.
Bj.
Irene Alves

ॐ Shirley ॐ disse...

Estou aqui, lendo e relendo, dá o que pensar...
Graça, bom domingo!

Nilson Barcelli disse...

Gosto da poesia da Gisela.
E este pequeno poema não é excepção.
Bom domingo, querida amiga Graça.
Beijo.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, a esperança origina motivação. o poema é curto, mas tem um enorme alcance.
AG

jorge esteves disse...

Não conhecia. Mas descalcei-me...

abraço!

Eduardo Aleixo disse...

Pequeno, mas lindíssimo.
Obrigado.
Beijinho.

Pérola disse...

A esperança esse rio que tem épocas de seca e outras de cheias.

Beijinhos

DE-PROPOSITO disse...

A esperança é uma ilusão. Mas, que seria de nós se não tivéssemos esperança em dias melhores.

Felicidades
MANUEL

manuela baptista disse...

poderemos dizer da esperança,

e é simples, sim

EU disse...

Li, reli e matutei. Dizer que é belo é muito redutor.
Poderei dizer que é, no mínimo, surpreendente...
Obg pela partilha, Graça. Não conheço (se calhar devia). Vou pesquisar.
Bjo :)

Daniel Costa disse...

Elevado pensamento poético, sim.

Beijos

Parapeito disse...

tao pequeno e tao cheio de tanto tanto...que seja assim pois a esperança!
Abraço e grata pela partilha ****