3.3.16

Convite - Figueira da Foz: Volto à memória do mar

Muito obrigada a todos os que partilharam comigo mais esta festa da poesia.



Gostava de contar com a presença de todas as minhas amigas e de todos os meus amigos que moram por perto da Figueira da Foz - a terra onde nasci.


Volto à memória do mar,
ao fundo salgado do abismo,
ao sepulcro das cinzas,
ao meu chão de múltiplas névoas.
Muito longe serei ilha, ou rochedo,
ou pérola na fenda da concha.
Uma litania, um cântico,
um grito ao vento serei ainda.
Amarrando os barcos.

Graça Pires
De Uma claridade que cega, 2015

68 comentários:

Ana Paula disse...

Certamente terás o encanto e o carinho desta terra onde nasceste!
Parabéns! Daqui meu carinho, minha admiração por tão belo talento.

Marta Vinhais disse...

A memória do mar...histórias de amor, traição que vivem apenas no coração de quem as disse em confidência e do mar...
Tenho o seu livro que adorei... Tive pena de não assistir ao lançamento aqui no Porto.
Sucesso na Figueira da Foz
Beijos e abraços
Marta

José Vilhena Moreira disse...

a memória alimenta-se de espaços imensos que abrimos dentro de nós. O mar é um deles.
bj

Mariangela do lago vieira disse...

Como é bom trazermos conosco as lembranças, na memória!
Lindo Graça, e parabéns, sucesso!
Beijos!
Mariangela

Bell disse...

Sucesso!!!

bjokas =)

anamar disse...

Querida Graça,
ainda não é desta que te vou conhecer pessoalmente.
Não vou estar, mas a minha mãe, antiga funcionária da Biblioteca Municipal, com 88 anos, e a morar lá ao lado, irá com certeza. Está aqui comigo e já lhe passei a mensagem. Ela é muito ativa.

Felicidades e dia feliz.
Hoje estamos em festa. O meu neto Gabriel faz 1 ano.

Beijinho

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde Graça.
Lhe desejo sucesso, com o seu talento sei que será um grande sucesso. Dias felizes amiga. Enorme abraço.

Lucinalva disse...

Olá Graça

Parabéns, você é muito talentosa. Um forte abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

o mar, que ouve todos os segredos até os do Poeta.
belíssima poesia a sua.
felicidades no lançamento na Figueira da Foz.
um beijo amigo

:)

teresa p. disse...

Claro que vou lá estar na primeira fila e, contigo, voltar à memória do mar...
Beijo.

Mar Arável disse...

E a Figueira aqui tão longe

Tudo pelo melhor

Beijo sempre

Daniel Costa disse...

Graça Pires
O mar, a maresia casam bem com a poesia.
Parabéns, pelo lançamento de mais este livro, que tem lugar na cidade onde nasceu o meu bisavô Foz, que por isso mesmo tomou o sobrenome de Foz, que deu nome ao Casal Foz, na cidade de Peniche.
Beijos

Anónimo disse...

um dia de consagração!
certamente pleno!

votos dos maiores sucessos, minha Amiga.

beijo

M.V.

Nequéren Reis disse...

que lindas palavras vindo do fundo da alma sucesso
Meu canal: https://www.youtube.com/watch?v=apP6eHn5PlI
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

manuela barroso disse...

Não tivesse outros compromissos e voltaria sim a assistir à apresentação desta "Claridade que cega" de tanta beleza.
Um livro que arrebata, como arrebatadora é a poesia desta grande Senhora da Poesia.
Sucesso Graça. Parabéns por tudo e mais: a pessoa maravilhosa, encantadora que é.
O meu carinhoso e terno abraço.:)

Cidália Ferreira disse...

Que bom!! Desejo-lhe todo o sucesso do mundo
Sei bem qual a emoção que se sente neste momento! Parabéns

Beijo de boa noite

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Luis Coelho disse...

O mar que nos leva o olhar e nos enche a alma de maresia e saudade.
Desejo-lhe muito sucesso com este novo livro.

Benó disse...

Vai estar rodeada de amizades, tenho a certeza. Desejo as maiores venturas para essa Claridade que em vez de nos cegar nos irá encher de luz. Um grande abraço, Graça e muito obrigada por todos os comentários que me envaidecem, no Jardim d'abrolhos.

regina disse...

Mais uma vez a felicito pela beleza da sua poesia. Provavelmente não poderei estar presente mas já passei a palavra a um amigo da Figueira.
Desejo-lhe o maior sucesso
Ab
Regina Gouveia

São disse...

Não estarei presente fisicamente dada a distância, mas podes contar comigo em espirito .

Um enorme abraço desejando-te todo o sucesso que mereces, minha querida !

Arroz Di Leite disse...

Linda sexta feira.
Bjs

Tânia Camargo

Lúcia Soares disse...

Oi Flor vim conhecer seu cantinho e achei lindo, bjs

Sinval Santos da Silveira disse...

Amiga, Graça Pires !
Boa noite !
Serás tudo o que pretenderes.
Estás cercada de amores.
Teus versos já revelam isto, com
a beleza do teu ser.
Parabéns, querida !
Um carinhoso abraço, aqui do Brasil.
Sinval.

ManuelFL disse...

Eu vou estar lá. Como sempre, à procura do meu chão. O mar da Figueira também é o meu mar.
Parabéns, Graça.

Blog da Gigi disse...

Abençoado final de semana!!!!!!!! Beijos

Maria Luisa Adães disse...

Muito belo seu poema!!!

Não a posso acompanhar no seu novo livro,
vivo em Lisboa,

Mas desejo felicidades!

Maria luísa

Suzete Brainer disse...

A sua Poesia é luminosa e deve ter um sabor especial
na sua cidade natal.
Felicidade e sucesso,Graça!
Beijo.

Odete Ferreira disse...

Mergulhar na memória é escarafunchar um mar de vivências. Umas vezes iluminam-nos, outras obscurem-nos; contudo, nenhuma aparece desamarrada...
Mais um poema que me prende pela sua qualidade, amiga.
(Que seja mais um evento memorável, este a saber a raízes.)
Bjo, Graça :)

Fê blue bird disse...

Querida Graça, tenho família na Figueira da Foz mas há muitos anos que aí não vou.
Gostaria muito de estar presente para te dar um beijinho e desejar muitas felicidades e muito sucesso para o lançamento deste teu livro.
Como posso fazer para ficar com um exemplar ?

Um beijinho e bom fim de semana

Mariazita disse...

Eu também nasci na Figueira da Foz, mas saí de lá em menina, e só voltava nas férias.
Estou muito longe... e, com pena, não poderei comparecer. Mas desejo o maior sucesso.

Muito belo, este poema.

Bom fim de semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Alfredo Rangel disse...

Graça,
sinto-me muito honrado cada vez que recebo tua visita no meu blogue, considerando a importância de teu nome dentre os poetas de língua portuguesa, a quem muito admiro. Acabo de ler "Volto à memória do mar", que estarei reproduzindo a seguir no meu "almatua", como reconhecimento da importância que tua poesia tem na minha vida. Grato, como sempre...

Anete disse...

Palavras muito bonitas, Graça!
Muito sucesso p você...
Um abraço

Ailime disse...

Boa noite Graça,
Um poema muito belo!
Um regresso ao seu mar, ao mar das suas origens.
Parabéns pela edição do seu Livro na sua cidade natal.
"Uma claridade que cega" vai ser um enorme sucesso!
Beijinhos com carinho e um bom domingo.
Ailime

Carmem Grinheiro disse...

Graça, é nascida na Figueira?
Terra fecunda, talvez pelo ar do mar.
Origem do passado que me gerou, ali, pelos lados de Buarcos ;)

Seu poema retrata bem a alma de quem tem raízes bem fincadas no mar, o amado.
Se me fosse possível, não será, adoraria estar aí, vê-la de frente, dar-lhe um abraço. Que tenha o sucesso do tamanho de seu merecimento, é o que desejo.
um bj amg

lis disse...

oi Graça
Tanto gostaria de morar perto da Figueira da Foz !assim teria participado desse encontro poético que com certeza foi um dia iluminado abençoado e feliz.
Que outras 'claridades' lhe inspirem a criar poemas assim sentimentais.
meu abraço

Zilani Célia disse...

OI GRAÇA!
NÃO ESTOU PERTO DE TI, POIS O BRASIL É BEM LONGEMAS, SE ESTIVESSE SERIA UM PRAZER PARTICIPAR CONTIGO DESTE DIA.
SORTE E SUCESSO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

DE-PROPOSITO disse...

O mar!,... um tema infindável para os poetas. Algo semelhante ao amor, outro tema que perdurará eternamente.

Que a felicidade ande por aí.
Beijinho.
MANUEL

Poções de Arte disse...

Bom dia, Graça!
Que seja um dia memorável! Parabéns e sucesso!
Belo poema.
Abração e ótima semana.

Jaime Portela disse...

Nasceste numa bela terra.
Estive lá ontem, na Figueira. Já lá não ia há uns 20 anos.
E era de lá um grande amigo, infelizmente já falecido.
Felicidades para o teu livro e respetivo lançamento.
O poema, que é excelente, não poderia ter sido melhor escolhido, dado que começa por "Volto à memória do mar".
Boa semana, querida amiga Graça.
Beijo.

Lady Viana disse...

Linda, Graça, desejo-lhe muito sucesso, porque talento tens de sobra... Perfeito poema, adoro o mar, a paz e a tranquilidade que se fazem em mim, as saudades e lembranças suscitam em meu ser frente a sua imensidão.
Beijo doce e uma ótima semana, feliz evento, tudo de bom!

manuela baptista disse...

uma litania e que seja feliz!


um beijo, Graça

José Carlos Sant Anna disse...

Uma claridade que cega. Uma poética que fica.
Um rico poema para ilustrar o convite.
Desejo-lhe um sucesso maior do que o que você já alcançou com essa vigorosa linguagem.
Forte abraço,

Ives disse...

Memória que o mar traz de volta ao barco amarrado no cais! abração

mixtu disse...

um grito
que amarra navios
que solta amarras
que nos faz viajar
em mares
outrora navegados...

Lídia Borges disse...



Gostava tanto de poder estar presente! Gostava de passar outra vez com mil vagares pelo seu livro que tanto aprecio.


Beijo meu

Lídia

Evanir disse...

Hoje um dia muito especial
para todas as mulheres.
Hoje um dia em que podemos
dizer sem medo de errar.
Somos mulheres ..
Somos todas iguais e única
ao mesmo tempo.
Deus abençoe pelo seu dia minha
amiga querida.
Deus abençoe nosso Dia.
Deixei mimos na postagem
se gostar fique a vontade
para levar ofereço com carinho.
Um beijo carinhoso.
Evanir.
Amada Deus sabe como gostaria de estar presente.
Um mar nos separa mas aqui estarei orando pelo seu sucesso....

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, memorias do mar que as ondas trazem para terra, desejo-lhe um grande sucesso.
Feliz dia da mulher, hoje e sempre.
AG

Alfredo Rangel disse...

Graça, você me deixou muito feliz ao oferecer teu livro para mim. Pode estar certa que será um dos melhores presentes que recebi em minha vida. Não se esqueça de autografá-lo e pode ter certeza que ele terá lugar de destaque me minha estante de livros.
Solicito que você o remeta para ALFREDO CARLOS RANGEL, endereço QNA 26 - CASA 25 - Cidade TAGUATINGA - DF - CEP (Código de endereçamento postal) 72116-260 - TAGUATINGA - DF / BRASIL
Muito obrigado por tua atenção pata com este admirador teu. Beijo Rangel

Sissym Mascarenhas disse...



Feliz Dia (todos os 365 dias) Internacional da Mulher.

MARIPA disse...


Minha querida Graça

Se eu puder, se eu puder...lá estarei para lhe dar os parabéns,lhe dizer quanto a aprecio e estimo e sim, a poder conhecer e abraçar.
O Senhor me ajude.

Beijinho amigo.

Pétinha Vilela disse...

Querida Graça, desejo-lhe muito sucesso que com certeza terás. Um grande abraço. Parabéns

Pedro Luso disse...

Graça,

Bem que gostaria de comparecer nessa apresentação de seu livro “Uma claridade que cega”, principalmente pelo alto significado que tem o lançamento de uma obra, e também porque você é merecedora de todas as atenções. Sendo assim, só posso desejar a você êxito nessa nobre empreitada.

Gostei muito do seu poema, desta postagem, um poema excelente.
Abraços.

Ana Freire disse...

Um poema arrebatador, e tocante... tal como espero que seja este dia para si, Graça!
Arrebatador e inesquecível!...
Fazendo votos de que tudo corra pelo melhor, e que seja um grande sucesso!...
Não poderei comparecer... mas estarei em pensamento!...
Beijinho! Continuação de uma boa semana!...
Tudo de bom!...
Ana

Agostinho disse...

Navegam já barcos a transbordar sons de maresia
suspiros de indeléveis memórias no cais da poesia
Sempre o mar - o irresistível apelo de Sábado

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Graça, assim como Zilani, Rangel e tantos outros, somos brasileiros, não é perto, mas torcemos muito por você.
Seus poemas são de grande talento e emocionantes.
Bom vir aqui.
Sucesso!
Beijos na alma e paz!

http://divasdapoesianaturalmente.blogspot.com.br/

http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/

jorge esteves disse...

Espero que tenha sido um (merecido)momento de plena satisfação pessoal.
Os meus parabéns por isso.

jorge

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Já estava na altura de um novo trabalho, não é?
Parabenizo-a por isso. E muito sucesso :)

beijo amigo

Toninho disse...

Olá Graça um filho por ser apresentado com seus cantos mais lindos como tempos apreciados ao longo deste convívio, que faz crer no sucesso ao qual lhe desejo amiga.
Meu carinhoso abraço de paz e luz e linda festa e bom fim de semana.
Bjs de paz.

AC disse...

Um convite com poema apropriado.
Que tudo decorra como o desejado, Graça, e que a sua Figueira a receba a contento.

Um beijinho :)

LuísM Castanheira disse...

desejo que amanhã seja um dia cheio, como cheio é o poema acompanhado de convite.
felizes daqueles que poderão estar presentes.
um beijo cá de longe...

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente poema....
Votos de muito sucesso....
Cumprimentos

Silenciosamente ouvindo... disse...

Gostaria imenso de estar presente, mas estou bem longe.
Toda a sorte para este seu novo livro.
Bjs.
Irene Alves

graça Alves disse...

Cheguei tarde aqui, pela mão da Poética Edições, via facebook, mas ainda a tempo de lhe dar os parabéns!
O que li gostei!
Beijinho

Agostinho disse...

Na apresentação de "Uma claridade que cega", ontem, na cidade da Figueira da Foz, tive o gosto de conhecer pessoalmente a autora Graça Pires. Encontro do (meu) sentir, do pulsar íntimo das coisas, que vejo plasmado na sua poesia.
Quando a poeta convidou os assistentes na sala a ler alguns dos seus poemas preferi alinhar em palavras, de forma espontânea e simples, os meus sentimentos na hora. Não que não gostasse de o fazer - ler - antes, porém, precisava de os respirar para que desabrochassem como merecem. É o que vou fazer com o meu tempo, o meu vagar.
Foram estas as palavras a que acrescentei, agora, a precaridade de uma epígrafe que pode(rá) ser sempre (in)justa, apertada.

(Regresso ao útero)

A poeta escreve no espaço sagrado,
no palco armado de planos instáveis
consoante ventos e marés, e
o homem vive de insuficiências
onde e quando a terra se faz escassa.
Por isso as cordas de amarração
da dramaturgia do sal, que fere e cura
almas de gaivotas, na peneira da vida.

São as cordas de amarração que a sustentam,
por mais longe que ande, o fio de regresso ao mar.

hajota

Não me despedi, ontem. Para quê, se tenho aqui, sempre, a "Ortografia do olhar"?
Muito grato, Graça Pires.

Agostinho disse...

Era para fazer uma nota no sentido de deixar ao à consideração da amiga Graça a publicação, ou não, do comentário anterior.
Tinha-lhe prometido o envio do trecho de ontem.
Bj

helia disse...

Parabéns pelo Lançamento de novo livro ! Felicidades .

rosa-branca disse...

Muitos parabéns pelo lançamento do seu livro. Gostei muito do que li por aqui. Voltarei se não se importar. Um abraço com carinho

Teca M. Jorge disse...

Deve ter sido um sucesso! Parabéns!!!
Um beijo e uma flor