5.8.19

Em seara alheia



Incendeias as ruas

Incendeias as ruas e os passos dos homens
E todos os cios. E as mulheres nas soleiras
Murmuram esconjuros
À tua passagem.

Altiva a ti pertences. Tua alma
Apenas os poetas a cativam. Breve em cada estrofe.
Para esvoaçante partires: sina tua de amar
Em cada amor que em teu peito nasce.

Corpo mil vezes profanado. E outras tantas
Deserto. Cada palavra tua é bálsamo
Nunca azedume. Ou acinte.

Guardo de ti o gesto nobre de quem tudo entende
E nada espera. Singela em cada letra
Que em ti arde.

Amizade límpida perfuma-te as manhãs claras
E as noites inquietas - fome de vida e febre -
Que te consomem. Pulsão livre de poema
Que de teu corpo se desprende.

Manuel Veiga
In: Perfil dos dias. Modocromia, 2019, p. 78

45 comentários:

chica disse...

Mais uma bela partilha com essa poesia,Graça! Linda seja tua semana! bjs, chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Excelente poema, gostei bastante e aproveito para desejar uma boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Mariazita disse...

Extraordinário, este poema de Manuel Veiga!
Excelente escolha.

Desejo uma semana feliz
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Jornalista Douglas Melo disse...

Graça,

Que forte... Que belo!!!

"Corpo mil vezes profanado. E outras tantas
Deserto. Cada palavra tua é bálsamo
Nunca azedume. Ou acinte."

Por mais que tenha havido o sacrilégio...
Sofreu tuas dores de maneira solitária.
E a cura veio das palavras que salvam
Palavras sem recriminações e de modo espontâneo!

Beijos mil minha querida!
Uma bela semana para ti!!!

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Graça,
Bom dia.
Bravíssimo para mais
essa maravilhosa publicação.
Bjins
CatiahoAlc.
Conhece também meu Blog e Frases
aqui https://frasesemreflexos.blogspot.com/

baili disse...


Mighty and substantial poem indeed dear Grace

Remarkable choice my friend

i can see the density of powerful thinking within ocean of metaphysics

wishing my dear friend a blessed week ahead

Marta Vinhais disse...

Encontra-se uma porta, uma janela para abraçar o Mundo...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Bell disse...

Não conhecia o poeta.

bjokas =)

carlos perrotti disse...

Muito obrigado, Graça, por nos apresentar a este poeta de voz tão íntima, sensível, diferente...

Um grande abraço, amiga!

silvioafonso disse...

Manuel vieira sabe das coisas...
Um beijo amiga e obrigado por
não desistir de mim.




.

Anete disse...

Outro poema denso, forte e bonito...
Boa escolha, Graça!
Uma seja abençoada por Deus... Bjs

Sinval Santos da Silveira disse...

Querida Mestra, Graça Pires !
Que maneira poética e sutil, em descrever "certa mulher"
que desfila pela rua, chamando a atenção dos homens e despertando a ira em outras mulheres.
Parabéns, ao Poeta Manuel Veiga, e a ti,
Amiga, pela seleção de tão belo texto.
Uma ótima semana e um carinhoso abraço, aqui
do Brasil !
Sinval.

Graça Sampaio disse...

Um ideal de mulher quase helénico...
Muito típico em Manuel Veiga.

Beijinho.

Teresa Durães disse...

Um belo poema de Manuel Veiga!

bea disse...

Não conheço o poeta, mas este poema é um bom incentivo. Há tanta poesia que desconhecemos....

Lucinalva disse...

Olá Graça
Poema singelo, obrigada por compartilhar. Bjs querida.

Sam Seaborn disse...

Não conhecia, gostei muito.

Bom início de semana

Roselia Bezerra disse...

Boa Noite de paz querida amiga Graça!
Obrigada pelo carinho em minhas páginas, semanalmente. Sou-lhe muito grata pela sua amizade também.
Hoje retirei da amizade límpida que o poeta descreve:

"Guardo de ti o gesto nobre de quem tudo entende.
E nada espera."

Muito lindo!Tenha dias abençoados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

JUAN FUENTES disse...

Inquietud y saber estar

Gracita disse...

Com que elegância o sutileza o poeta descreve o amor de uma mulher
Encantada com a leitura minha amiga
Beijinhos perfumados de poesia

Maria Emilia B. Teixeira disse...

Um forte e triste poema sobre a escolha de uma mulher e suas consequências.
Obrigada pela visita em meu blog.
Boa semana Graça Pires. Bjs.

Tais Luso disse...

No primeiro verso eu já desconfiei que conhecia esse estilo, mas esperei chegar ao final para ter certeza, e não tem como se enganar: belo poema do nosso amigo Manuel Veiga, tem marca, tem conteúdo, tem força, tem beleza.

"Amizade límpida perfuma-te as manhãs claras
E as noites inquietas - fome de vida e febre -
Que te consomem. Pulsão livre de poema
Que de teu corpo se desprende."

Beijos aos dois poetas: a dona do blog e o convidado.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Palavras, poemas, planos,
Composições que são feitas
Trilhando esquerdas, direitas,
Sem rumo, a pandos panos

Em mares de desenganos,
Mas de mensagens eleitas
Às normas que estão sujeitas
A sentimentos insanos

Por ser livre o navegar
Nesse vastíssimo mar
De oscilações diferentes.

Vale a pena versejar
De maneira invulgar
E formas indiferentes.

Belo poema! Parabéns! Grande abraço! Laerte.

A Paixão da Isa disse...

Bonita partilha parabens mt bonito bjs

Larissa Santos disse...

Mais um magistral poema:))

Com as férias em "banho maria"...já sentíamos saudades vossas e resolvemos dar notícias, até porque, merecem toda a nossa consideração. Esperamos que estejam todos bem.
.
Do nosso querido poeta, Gil António -Amor livre, sem amarras

Bjos
Votos de uma óptima Terça-Feira

Agostinho disse...

Quando o li antes desta vez
disse para comigo - a poesia
vale tanto como o monumento

Uma maravilha assim dita
com tempero e peso certo
chega ao homem que se espanta
do passo que a divã toma
na linha deitada em verso

Boa escolha, Graça Pires.
Beijo.

Ailime disse...

Boa noite Graça,
Que belo poema do Manuel aqui tão generosamente partilha!
Tanto ele como a Graça são dois Poetas de excelência.
Adorei este poema que não conhecia.
Um beijinho para a minha Amiga e Parabéns ao Manuel.
Votos de continuação de boa semana.
Ailime

Quase Cinderela disse...

Que lindo poema
Maravilhosa escolha
Adorei
Beijinhos!

Aline Goulart disse...

Simplesmente encantada com essa poesia que tu compartilhaste. ❤
Não conhecia, mas vou procurar saber mais desse poeta.

Beijinhos.

Toninho disse...

Lendo fui criando a imagem da mulher, que o poeta canta numa especie de loa.
não tive como não associa-la à Geni de Chico Buarque.
Uma bela partilha Graça como sempre impecável na escolhas das searas.
Grato amiga.
Beijo

Majo Dutra disse...

Sensual e belo.
Dias bons e agradáveis.
Beijinho, querida Amiga.
~~~~

Teresa Almeida disse...

"Amizade límpida perfuma-te as manhãs claras
E as noites inquietas - fome de vida e febre -
Que te consomem. Pulsão livre de poema
Que de teu corpo se desprende."

Que viva a poesia! Apetece respirar fundo. E voltar a ler.

Tenho um enorme apreço pela poesia do poeta Manuel Veiga.

Beijos, querida Graça.

Manuel Veiga disse...

grato, querida Poeta e Amiga
fico feliz por apreciares o Perfil dos Dias
e escolheres este poema!

uma generosa manifestação de amizade e cumplicidade literária
que é para mim um privilégio.

agradeço também os comentários e palavras de simpatia
e em especial dos amigos comuns que muito admiro e considero

beijo, Graça
bem hajas!

Olinda Melo disse...


Bom dia, Querida Graça


Um belo poema do nosso amigo Poeta, Manuel Veiga.
Adorei lê-lo aqui.

Beijinhos

Olinda

Humberto Maranduva disse...

Um extraordinário poema do Manuel Veiga.
Neste trabalho, o poeta lida os signos com aparente facilidade, sabendo emprestar-lhes novos sentidos essenciais, na linha de uma infra-significação pré-semiológica, fazendo bailar, em oscilações ricas, a teia reticular que se articula entre significante e significado.
Não é possível eleger um só verso que sirva de exemplo para o que acabo de dizer, uma vez que o todo harmónico do poema aponta para esta abrangente e irrepreensível arquitectura. No âmbito mais intrínseco do seu silêncio, o presente poema é insurdecedor. Tal como a figura que o poema vai tecendo,também a mensagem parece apontar para alguém não humano -- como é possível?! Só mesmo em poesia! --, mas que transcende a coisa e o seu próprio sentido natural.
Parabéns, Graça, pela partilha.
Um bom fim-de-semana.

Às margens de mim. disse...

Boa dia Graça,
É sempre um prazer passar por aqui. Sempre me deparo com uma bela e importante leitura como este poema do Manuel que vc descreve com tanta sabedoria. Agradeço seus comentário no meu simples blog. AbraçO!

Jaime Portela disse...

O Manuel Veiga é um grande poeta.
Por isso, a escolha foi muito boa.
Graça, continuação de boa semana.
Beijo.

Ana Freire disse...

Maravilhoso este poema do Manuel, que adorei reler!...
Fabulosa partilha, Graça!
Beijinho! Vou-me ausentar por algum tempo, contando voltar em meados de Outubro, após a minha habitual pausa de Verão... também em termos de blogosfera!...
Tudo de bom! Até breve... que o tempo passa rápido!...
Ana

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde querida amiga Graça
Mas uma maravilhosa partilha, um belo poema. Um feliz e alegre final de semana para você e toda a sua família. Enorme abraço.

Cidália Ferreira disse...

Muito bonito!


Hoje, apenas uma breve passagem para vos desejar um bom fim de semana.
Pequenos mas felizes... momentos inolvidáveis...

Beijos. Para a semana volto com mais tempo

irneh disse...

Olá, boa noite. Hoje, um rasgo de saudade trouxe-me de novo ao mundo dos blogues. Gostei de a ler.
Beijinho

Ana Tapadas disse...

É muito belo este poema do nosso amigo! De grande sensibilidade também.

Beijo amigo

Isa Sá disse...

Bonito poema!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Fá menor disse...

Grande sensibilidade para cantar o que de belo pulsa nas veias de alguém!

Grata por partilhar connosco.

Beijos.

PROFESSORA LOURDES DUARTE disse...

Eu vim trazer-te o meu abraço
E agradecer o carinho da sua visita
com comentários lindos.
Obrigado por sua
preciosa amizade!!!
Não existe nada mais lindo
Do que o seu carinho com cheiro de Flor !
Seja sempre bem vinda!