22.12.10

De uma memória tão antiga

Gaudiol


dizer Dezembro como se o mar tocasse a voz
ou dizer uma rosa rubra atravessada
por lábios de luz.
dizer o oriente de uma estrela
e vestir a pele de um poema.
mas a palavra é uma criança tolhida de frio
nos cabelos nevrálgicos que a árvore segura.
e assim amanhecemos, tardios e ébrios
no carrossel que orquestra a cidade
com tambores de solidão.

dizer corpo e ser ponte sábia para o outro lado
e a vida ser tão simples como a mão
que toca a pele da sílaba
de uma memória tão antiga

como as solas de uma infância gasta.
dizer amor, esse fósforo que incendeia
e ser fogueira na nervura da palavra.

despir o olhar desta erosão de distância.
agasalhar os pés e resguardar
o dorso lírico do sangue
como se a um poema de Natal bastasse
o verde inflamado de um arbusto:
o labor inteiro do meu coração de terra.


Luísa Henriques


Um Natal de Luz.
Um ano de Amor.

60 comentários:

hfm disse...

Para ti, Graça, um feliz Natal e a continuação da poesia.

Adriana Karnal disse...

ser fogueira na nervura da palavra.

Que teu Natal tenha essa chama.

bj

Folhetim Cultural disse...

Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
Vamos trocar conhecimentos...
Ass: Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Braulio Pereira disse...

no dia em que nascestes
a tua mâe sorriu
alegria que lhe déstes
flor ditosa do seu ventre saiu


FELIZ e SANTO NATAL

obrigado Graça pelo teu carinho
pela força me transmites

beijos meus!!

Lara Amaral disse...

A palavra tem sua força, mas o gesto move tudo.

Beijo, Graça, ótimo fim de ano para vc!

Fa menor disse...

Dizer Dezembro
e dizer Natal
e dizer um Poema
nascido num pobre curral
e falar ao coração
Amor e Paz.

Feliz Natal e um harmonioso 2011!

bjos

Amizade disse...

Amiga Graça

Os amigos do Farol desejam-te um Feliz Natal e um 2011 cheio de Saúde, Paz e Amor.

Que no Novo Ano possamos continuar a ler e a encantar-nos com a tua maravilhosa e apaixonante poesia.

Beijinhos dos amigos

Argos, Tétis e Poseidón

Um Farol chamado Amizade

José Manuel Vilhena disse...

um beijinho e os desejos de um Natal tranquilo e feliz.
:)

Pena disse...

Oh, Poetiza Amiga de sonho:
"...dizer corpo e ser ponte sábia para o outro lado
e a vida ser tão simples como a mão
que toca a pele da sílaba
de uma memória tão antiga
como as solas de uma infância gasta.
dizer amor, esse fósforo que incendeia
e ser fogueira na nervura da palavra..."

Os seus versos deslumbram e encantam.
Sabe que é linda?
Feliz Natal, consagrada e admirada poetiza.
Todos os seus sonhos de luz concretizados.
Bem-Haja, pelo carinho expresso no meu blogue que adorei.
É extraordinária.
Uma linda Ceia de amor com os seus familiares.
Abraço amigo ao seu talento poético imenso.
Com respeito e sempre a admirá-la

pena


Maravilhosa.
Merece toda a amizade do Planeta.
Gostei imenso do seu poema.
É perfeita e sublime.

manuela baptista disse...

de uma memória

faço-a minha

digo dezembro
estrela
olhar

do corpo digo mãos
porque para aplaudir
basta apenas ficar

e para a Graça e para Luísa Henriques que aqui está tão bem

um beijo, em natal de coração de terra

manuela

Marta disse...

São memórias antigas e se a vida fosse tão simples como a palma da mão....
A brisa não esconderia as palavras....
Lindo...
Obrigada pela visita, pelos votos de Boas Festas...
Feliz Natal e 2011 cheio de paz
Beijos e abraços
Marta

Jaime A. disse...

Um texto lindo, talvez emanando uma esperança na tristeza.
Sim, posso escrever com alguma tristeza, mas sem amor talvez não (em resposta ao seu comentário deixado no meu blogue).
Desejo-lhe também uma Festas muito Felizes, cheias de Paz, Amor e Saúde.
Um abraço de muita amizade.

alice disse...

a luísa é um terno rosto de areia! gosto muito dela :) obrigada por tê-la citado assim, graça... é bonito! um grande beijinho*

Ana Matias disse...

Feliz Natal querida amiga!!
E um Ano Novo cheio de amor e poesia!
Abraços!!!

Desnuda disse...

Belíssima ilustração e poema, Graça.


Natal Feliz junto aos que ama.

Beijos com carinho

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema de natal escrito pela Lu de uma maneira diferente, gostei de a ler aqui.

um beij para as duas

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para agradecer o cerinho e desejar um Natal Feliz, cheio de amor e paz, junto de todos que ama.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

maré disse...

minha querida...

obrigada!
todos os dias são capítulos onde me acrescentas de ternura.
e, de novo, um Natal de harmonia e paz.

Victor Oliveira Mateus disse...

Gostei muito, muito mesmo!
Suspeito que é desta autora que já me tens falado... É um excelente poema!
Graça, desejo-te BOAS FESTAS e um NOVO ANO cheio de PAZ e SAÚDE. São os votos sinceros do amigo de sempre, V.

Luis Eme disse...

lindo...

beijinho para ti Graça e para a Luisa.

Parapeito disse...

Doce Graça...que o seu Natal seja cheio de laços de ternura e muitos mimos doces..daqueles que engordam a alma.
Um abraço****
(Que possam continuar sempre a ser as suas palavras...a estrelinha no cimo do pinheiro de natal )

Monte Cristo disse...

Nós e o resto. Interligados. Tácteis. O tudo (que é nada). O ser(-se) efémero. As palavras tentado dizer o indizível.

A busca eterna.

Licínia Quitério disse...

Uma maré de espanto que tão bem acolhes, Graça. Lindo!

Bom Natal, Amiga. Um beijo.

AC disse...

Graça,
Vim desejar-lhe um Natal pleno de luz e rodeado de verdadeiros afectos.

Beijo :)

Baudolino disse...

Votos de um excelente 2011 e de um Natal feliz
abraço
P.

Sofá Amarelo disse...

A pele dos poemas têm o dom de transmitir olhares distantes com aroma a Natal...

Boas Festas e um beijinho do Sofá Amarelo!

dade amorim disse...

O novo ano já está bem perto, já pode receber a luz do Natal por sua porta aberta.
Muita alegria, paz e amor neste 2011.

Beijos

Machado de Carlos disse...

O Pássaro do Natal


Como teu panetone no xadrez...
Os anjos do Natal riem de mim!
Não sinto o perfume do teu jasmim;
Sou apenas um pensante. Ninguém vê.

Na festa fantástica da tua TV
Não mostra o começo do fim do fim;
Eles dizem: - Tem que ser assim...
Sou o leão, o mito desta vez!...

Ela chegou! Foi o meu castigo!
- Por quê ela fez isso comigo?!
Sou o fantasma na madrugada!

O mundo ainda não se acabou,
O temporal na grade me fechou!...
No rádio ouço aquela batucada...

Machado de Carlos

AFRICA EM POESIA disse...

graça
SOMOS SEMPRE CAPAZES...

FELIZ NATAL...
O MEnino Nasceu...




SE EU FOSSE CAPAZ...


Se eu fosse capaz...
De fazer o que quero...
Eu ia fazer muito...
Salvava as rosas...
Que florescem e deixam...
Que as pétalas caiam e acabem...
Mas os espinhos...
Esses ficam sempre...
Aguardam o novo botão...
Se eu fosse capaz...
Deixava que a rosa...
Linda e perfumada...
Deixasse o seu cheiro...
Entrar no meu coração...
E iria conservar o Amor...
Ai... se eu fosse capaz!...


LILI LARANJO

partilha de silêncios disse...

Obrigada pela sua presença neste espaço, pelo trabalho que partilha e pela companhia ao longo dos tempos.
Desejo um Natal muito Feliz e que o novo ano seja de paz ,saúde e amor.

beijinhos

F. Otavio M. Silva disse...

Oi, chamo-me Otávio, adorei seu texto, muito bom mesmo. Venho Também divulgar meu blog 'Surfista de Banzeiro' como amostra dele eu queria lhe mostrar esse poema que fiz rescentemente http://otaviomsilva.blogspot.com/2010/12/oi.html . Forte Abraço, Até.

viernes disse...

lindísimo poema, não conhecia a poesia de Luisa Henriques, obrigado pelo post, Graça. Tem dias felices e começa muito bem o ano,

Um beijo!

Gisela Rosa disse...

Gosto deste poema de Dezembro.

Um beijinho de Natal Graça!

teresa p. disse...

Lindíssimo este poema de Natal!
Parabéns à Luísa, e a ti por partilhares a poesia.
Beijo.

Sandra disse...

AGRADECO SUA VISITA E CARINHO
Ola tudo.
Passando para deixar o meu carinho.
Desejar um feliz Ano Novo. Estou viajando. Venha para lhe deixar o meu abraco. Pois volto para o Brasil somente em Janeiro.Na segunda quinzena. Ainda vamos conhecer Los Angeles, Las Vegas, Sao Francisco e New York.
Esta viagem esta sendo muito linda. Apesar do frio de 2 graus e ate menos graus, tudo esta valendo a pena.
Aos pouquinhos estou postando. mas e muitas fotos..Mas sempre que puder venho para deixar meu carinho.
Um grande abraco
Sandra

Teresa Durães disse...

dezembro e o amor, esse Natal, a palavra perdida em si mesma. Natal e amor, porque não as conjugo?

avlisjota disse...

Olá Graça

Já li alguns poemas da Luísa e gostei. Mas este poema é bem mais que um poema, é mais uma transmutação metafisica a aquecer a pele e a nostalgia de um corpo, que se despe na distância e no olhar de uma ponte, na esperança fecunda do brotar da semente.

Os meus parabéns Luísa!

Continuação de boas festas e um inspirado 2011 para todos!

José

Déia disse...

Como foi de natal??
Que o ano novo seja melhor do que todos!!
Muitos beijos

Nilson Barcelli disse...

Gosto do que a Luisa escreve.
Escolheste um belíssimo poema.
Querida amiga Graça, como o Natal já lá vai, desejo-te um feliz 2011.
Beijos.

Menina Marota disse...

Na proximidade de mais um Ano nas nossas Vidas e em que um se cumpre na finalidade da sua existência, quero exprimir toda a minha Amizade e gratidão por tudo o que nos oferece através das suas palavras.
Um Feliz 2011 em que se realizem muitos dos seus sonhos é o que lhe desejo do fundo do coração.

Um grande Abraço carinhoso
Otília

Poesia Portuguesa disse...

Espero que não se importe que tenha "roubado" este poema, mas não resisti a ele...
Beijo grande

Ah... e a pintura de Gaudiol vai também... :-)))

De Amor e de Terra disse...

...e que bem dizes tudo isso Graça, que bem!
Bjs. parabéns e os mesmos votos em Paz e em Luz.
Maria Mamede

De Amor e de Terra disse...

Olá Graça, sou eu de novo.
Peço desculpas pela minha distracção e venho dar os Parabéns às duas, Graça e Luísa, pela beleza do já referido.
Bjs.
M.M.

Cristina Fernandes disse...

Memórias onde a poesia vai beber, as cores, os sabores... os olhares.
Beijo e desejo-te um ano de 2011 cheio de poesia... e muita felicidade!
Chris

tecas disse...

Simplesmente belo, o poema da Luisa Henriques.« Dizer Dezembro»,
em palavras de beleza impar.
A sua sensibilidade para escolher os poemas, é também digna de uma vénia.
Parabéns, querida Graça e aproveito para lhe desejar com carinho e amizade, Feliz Ano Novo.
Mil bjitos

Braulio Pereira disse...

obrigado querida amiga

lindo poema

FELIZ 2011 que nos dê vida

LUZ
PAZ
e
AMOR

beijos e poesia!!

pin gente disse...

abraços, graça... a ti e à luísa

Virgínia do Carmo disse...

Palavras grandes que pintam Dezembro com cores profundas...

Graça, que 2011 seja para si de imensa felicidade...

Um grato beijinho

Vieira Calado disse...

Olá, amiga,

como tem passado do Natal para cá?

Hoje passo simplesmente para lhe desejar

BOM ANO de 2011.

Beijoca

gabriela r martins disse...

que o natal - já passado - tenha sido cheio de poesia e o novo ano ,que se aproxima ,pleno de palavras prontas a moldar.......

felicidades e


.
um beijo

A.S. disse...

Graça,

Um Natal de Luz.
Um ano de Amor.

Com um abraço de amizade, são os meus votos!

AL

Fanzine Episódio Cultural disse...

O Fanzine Episódio Cultural é uma jornal bimestral (Machado-MG/Brasil) sem fins lucrativos distribuído gratuitamente em várias instituições culturais, entre elas: Casa das Rosas (SP/SP), Inst. Moreira Salles (Poços de Caldas-MG) e Cia Bella de Artes (Poços de Caldas-MG). De acordo com o editor e poeta mineiro Carlos Roberto de Souza (Agamenon Troyan), “o objetivo é enfocar assuntos relacionados à cultura, e oferecer um espaço gratuito para que escritores, poetas, atores, dramaturgos plásticos, músicos, jornalistas... possam divulgar suas expressões artísticas”., artistas

maria manuel disse...

magnífico poema da Luisa, sempre em marés de excelência poética :)

votos de um Bom 2011, Graça, pleno de paz e poesia. beijo amigo.

Véu de Maya disse...

Que tenha um 2011 muito poético , saudável e amoroso.E que a paz se sobreponha no Mundo...

Beijinho,

Véu de Maya

Ana Oliveira disse...

O meu voto de um Feliz ano de 2011 e

Um beijo

maria carvalhosa disse...

Querida Graça,
Só hoje, primeiro dia do ano de 2011,
revisitei o meu blog, após uma relativamente longa ausência. Fiquei agradavelmente surpreendida com a mensagem que lá deixaste, que muito agradeço, embora já um pouco fora de tempo. Afinal, contrariando um pouco o dito nos nossos mails mais recentemente trocados, não andávamos assim tão afastadas!... A amizade suporta longos silêncios. Sucumbiria aos mesmos, naturalmente, se não fosse um sentimento genuíno.Beijos.

Rosa Brava disse...

Neste primeiro Domingo do Ano, quero vir deixar-lhe um abraço super carinhoso e desejar um 2011 Feliz, com todo o sucesso literário (esperamos a saída de outra publicação)e realizações pessoais, familiares e profissionais.

Bjo.

sindro disse...

Oi Adorei o seu blog, passe lá no meu blog de textos, obrigado, beijo.

pin gente disse...

muito bonito!

beijos a ambas

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.