19.3.15

Poema


Não procures o poema, me disseste.
Deixa que ele venha por sinuosos trilhos, 
ou pelo riso das crianças, 
ou pelo cantar dos pássaros, 
ou pelo nome rasurado dos mortos, 
ou pelo transparente caminho do coração.
Graça Pires
De Caderno de significados, 2013

46 comentários:

Ailime disse...

Lindíssimo poema, Graça!
A poesia acontece sempre que o coração se encascara ao amor!!
Um beijinho e continuação de um bom dia.
Ailime

JAIRCLOPES disse...

Soneto-acróstico
Poemar

Por entre nuvens, pássaros e firmamento
Resta aquilo que o vate quer e necessita
Onde verdeja grama e sopra brando vento
Calha que ali um bom poema pois habita.

Um lindo por do sol ou sorriso de criança
Retém aquilo que o poeta realmente quer
Ele coloca dores e amores numa balança
Somando tudo então ao sorriso de mulher.

O mais eloquente poema pois lhe socorre
Poeta inspirado consegue bolar sua rima
O que facilita verso que do teclado escorre.

E vai fluindo seu versar de baixo prá cima
Meando frutuoso que pro vate não morre
Assim, acaba o poeta de fazer obra prima.

vendedor de ilusão disse...

Seja como for, que um lindo poema como esse, sempre venha...
Beijo.

Marta Vinhais disse...

E o poema abre a janela ao Mundo...
As cores e ao tempo...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

✿ chica disse...

Que lindo,Graça! Nem precisa procurar...O poema se mostra,simplesmente.basta estar atento pra ver! bjs, chica

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz quinta-feira!
Venho agradecer sua visita ao Perseverança, seja sempre bem vinda, deixe sempre seu link quando comentar.
Envio abraço fraterno.
Nicinha

Mar Arável disse...

Bjs minha amiga

Fê blue bird disse...

Tenho a certeza que poesia nasceu assim.
Lindo como sempre!

beijinho

EU disse...

Na verdade, o poema vem de tudo o que referes. Sobre o ato da criação ainda há muito para decifrar...
Gostei imenso do poema; aliás, gosto muito da forma como colocas a mensagem no verso.
Bjo, amiga Graça :)
(Obg por teres apreciado a minha forma narrativa; sobre a temática já muitos bons autores escreveram. Por isso, gosto de olhares críticos a nível literário.)

Majo disse...

~
~ ~ A poesia que vem ao nosso encontro é sempre
a mais pura e luminosa, tal como este poema.
~~~~~~~~~~~~~~~~

lis disse...

Sua foto me fez lembrar de uma música que Maria Bethânia canta :
"Luminosa manhã
Para que tanta luz?
Dá-me um pouco de céu
Mas não tanto azul...
... Luminosa manhã
Tanto azul tanta luz
É demais para o meu coração "
E seu poema não é preciso procurar _está inerente nas manhãs esplendorosas que seus versos imprimem.
Obrigada pela sutil beleza.


helia disse...

Uma Poesia muito bonita !

Ives disse...

Sim sim! Não me lembro agora, mas Drummond descreve algo assim: Se o poema cair, não tente pegar, se fugir pelas mãos deixe escapar, porque já não nos pertence mais! abraços

Isa Sá disse...

Bonito...a poesia não se procura...acontece...como é o caso..

Isabel Sá
https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Lourdinha Vilela disse...

Muito bonito Graça, o Poema acontece segundo a segundo, ao acaso, na sensibilidade de observar a vida e o viver.
Um bom final de semana, fiquei muito feliz com a sua visita. bjs.

Sinval Santos da Silveira disse...

Amiga, Graça Pires !
Maravilhosa inspiração, por
ordem de um nobre coração,
como o teu.
Que belíssimo texto !
Parabéns, querida, e um
carinhoso abraço, aqui do
Brasil.
Sinval.

Cadinho RoCo disse...

E quando for o momento, não despreze o encontro com o poema.
Cadinho RoCo

⊰✿⊱France ⊰✿⊱ disse...

BONSOIR ton soleil explose et tu sais merci car je ne le vois plus ici bisous

© Piedade Araújo Sol disse...

não precisas de procurar
o Poema
está em ti
desnudo e puro como se quer...

muito belo!

bom fim de semana.

beijinhos

:)

Daniel Costa disse...

Tudo sempre a linha do coração, ele sempre comandará, o nossos pensamentos, que sejam poéticos ou não.

Carmem Grinheiro disse...

Lindo Graça. É mesmo assim: ele vem sem ser chamado, tão simples assim.

um bj amg
Tenha um bom fim de semana

heretico disse...

abres a Palavra e o poema faz-se!...
magia a tua.

beijo

Pérola disse...

Uma lufada de sensibilidade poética.

Beijinhos

manuela baptista disse...

pelo equinócio também

um abraço, Graça

São disse...

Exacto: a Poesia não se procura, acontece!

Viva tu, neste teu Dia, minha querida Graça!

beijinhos

DE-PROPOSITO disse...

É claro que temos de procurar. E, para quem escreve primeiro tem de encontrar a inspiração. Depois, depois poderá ou não surgir o poema.

Felicidades
MANUEL

teresa p. disse...

Que o poema venha sempre "pelo transparente caminho do coração" e que derrame a paz e a esperança que todos procuramos.
Que seria o mundo sem a poesia?
Hoje é dia de homenagem aos poetas. Parabéns especialmente para ti que és a minha poeta preferida.
Beijo.

Ana Tapadas disse...

Muito belo esse poema feito de vida, longe das correntes...

Beijo meu

Maria Rodrigues disse...

O poema vêm directamente da alma do poeta e toca o coração de quem lê.
Graça, ontem foi dia Mundial da poesia, não deu para vir felicitá-la mas deixo hoje, os meus Parabéns e meu obrigado, pelos momentos especiais que nos oferece, através dos seus lindos poemas.
beijinhos
Maria

ManuelFL disse...

A claridade, o mar, as palavras inspiradas da minha poeta favorita.
Que se pode desejar mais neste começo de primavera, que de súbito se tornou luminoso.

Teca M. Jorge disse...

Deixemos que o poema venha com a vida... em versos simples e intensos!!! Como este que nos deixa...
Belo, belo... beijo, beijo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela poesia...Espectacular....
Cumprimentos

lupuscanissignatus disse...

da nascente



*boa semana*

Cia. De Teatro Atemporal disse...

Linde demais, Dona Graça!

Realmente, mexe com o coração!

Beijos e abraços da Cia. De Teatro Atemporal!

Clemente.

http://ciaatemporal.blogspot.com.br/

Agostinho disse...

A poeta tem na mão
o segredo do delicado fio
que a liga ao coração.

Julgo ter andado por aqui antes ... o blogger anda com arritmia.
Obrigado, Graça Pires, pela sua presença.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, o poema que acontece é sempre o mais profundo, o mais verdadeiro.
AG


Toninho disse...

No coração é moradia certa
para a poesia que não cala
vive junto da alma do poeta
o poema vem em meio a fala.

Linda construção/inspiração Graça.
Ao ler um poema na pagina da Ailime não resisti à tentação de vir beber desta agua límpida da poesia e vejo que não poderia deixar de vir.
Amei.
Carinhoso abraço.

⊰✿⊱France ⊰✿⊱ disse...

Passe une belle journée au soleil si possible bisou

Lilly Silva disse...

Lindíssimo este poema, me encantou...Parabéns pela linda postagem!!!
Beijos e beijos
E que tenhas uma linda tarde!!!

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

MARILENE disse...

Todos os caminhos inspiradores são desenhados pelo coração, seja na alegria ou na dor, na beleza ou na obscuridade. Bjs.

LuísM Castanheira disse...

Límpida é a madrugada
quando o poema encontra a estrada.

Belo o sentido de quem, não procurando, encontra.

Até nós chega-nos este maravilhoso
poema. Obrigado, Graça, com um beijo.

Samuel Pimenta disse...

Ele vem sempre, acontece. Mas por vezes só nos mostra o semblante, uma linha de rosto. Obriga-nos e desvendar mais, a ir em busca.
Belíssimo poema!

Menina Marota disse...

O poema não se constrói. Acontece.
É assim que realmente vejo a poesia.

Um abraço de carinho

Vera de Vilhena disse...

A grande sabedoria que se esconde num pequeno poema. Abraço-te

Vera

author casulo-online disse...

Tudo é motivo de poema. Tá certo.

Bom restinho de semana!

Cris

Samuel Pimenta disse...

Este é-me tão próximo, dialoga tanto comigo, essas imagens que evoca... Beijinhos!