24.7.15

Um manso estribilho




Foi com a sonância do oceano
que aprendi a amar a música.
As ondas, bradando, respiram um hino
prodigioso e medonho
que ouço rente às fragas.
Os barcos dançam no ancoradouro dos olhos
sorvendo-me o pranto onde há um mar
exilado há muitos séculos.
E sobre os meus ombros as aves nocturnas
vêm entoar o manso estribilho da vazante.

Graça Pires
De Espaço livre com barcos, 2014

46 comentários:

José Vilhena Moreira disse...

Belíssimo.
O som do mar é uma bênção.
bj

Mariangela do Lago Vieira disse...

Que maravilhoso poema Graça.
Sempre nos refugiamos nas maravilhas do mar, que tem tanto a nos oferecer.
Sempre com lindos poemas, Graça!
Beijos, e um lindo dia!
Mariangela

Cidália Ferreira disse...

Soberbo texto! Amei

Beijinhos, bom fim de semana

Fê blue bird disse...

Quando existe poesia na alma o poema nasce assim.
Um momento MÁGICO!

Um beijinho e bom fim de semana amiga Graça

Maria Luisa Adães disse...

Muito belo e repousante
seu poema!

Amei!

Maria luísa Adães

"os7degraus"

Marta Vinhais disse...

E quando nos encontramos fechados no abraço do mar, a alma eleva-se e fica-se com uma sensação inesquecível de paz...
Lindo....
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

lis disse...

O mar muitas vezes é como o poeta descreve:
_'violoncelos na floresta/ tocam para o vazio?quem os aplaude?'
e sue poesia me chega aplaudindo a beleza dos ruídos que o oceano provoca .
grande Graça Pires.
parabéns, sempre linda!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga Graça

Lindo poema...
Não necessito comentá-lo...
Apenas me deixo levar nas ondas que descreveste,
e a imaginar os pássaros
e a música do oceano...

Que estrelas brilhem em tuas noites.

heretico disse...

"manso estribilho" dulcificando o eco do "hino rente às fragas"...

(a música? Tchaikovsky, pressinto...)

belíssimo, Graça.

beijo

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz sexta-feira!Os mares espalhados pelo planeta, os lagos de águas doce,estão sempre a nos convidar e ter imensas emoções e inspirações, prova é os seus escritos, belos e intensos.
Fiquei muito feliz em recebe-la, venha sempre e sinta-se à vontade.
Beijinho em seu coração.

NIcinha

heretico disse...

https://www.youtube.com/watch?v=eOBFWmMWQOA

beijo.

(não para publicar, se achares que não deves)

Nequéren Reis disse...

Imagens maravilhosa lindo poema, bom final de semana.
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

Nequéren Reis disse...

Poema maravilhoso, bom final de semana.
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

Isa Sá disse...

Bonito poema.


Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Daniel Costa disse...

Graça Pires, o poeta ou a poetisa, sempre presam de algo para se inspirar. O mar, com o vai e vem do seu ondular, torna muito inspirador, como se pode sentir na musicalidade deste teu poema
Beijos

Ana Tapadas disse...

A serenidade que aqui encontro...

Bj

Agostinho disse...

A terapia da música ali à mão, mudanças de ritmo e intensidade conforme o humor da maré. E somos feitos do mesmo sal por quê ?
Poema que emerge da alma, por vezes simulado, mas sempre verdadeiro.
Bj.

Sinval Santos da Silveira disse...

Querida amiga, Graça Pires !
... além do estribilho ouvi, por aqui, o
restante da música, a se perder na amplitude
do horizonte.
Lindo poema. Parabéns !
Um carinhoso abraço, aqui do Brasil.
Sinval.

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Graça.
O mar é algo belo demais e muito inspirador . Belo poema. Um feliz domingo minha amiga. Beijos.

manuela barroso disse...

O mar como cenário, testemunhando o quanto de poesia existe em si!
Parabéns pelo novo visual. Lindo!
Beijinho, Graça!

MARILENE disse...

Aquele som que nos traz o mar pode ser ouvido como assustador ou até com indiferença. Para quem se deixa levar pela sensibilidade, sua melodia e sua visão proporcionam um passeio magnífico. Seus versos pintam sonora imagem. Bjs.

ruma disse...

Olá. Suas obras é elegante.
Cumprimentos de Japão. ruma

AC disse...

Em consonância, em harmonia, mas a alma sempre desperta para lá da óbvia tela...
Sempre tão bem, Graça!

Um beijinho :)

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá Graça ,

Mais um Excelente Momento de Poesia , onde todos os sons do Mar são audíveis ...

Um Beijo
Luis Sousa

Teca M. Jorge disse...

Preciosos versos... ondulam em poesia...
Beijo.

teresa p. disse...

"Foi com a sonância do oceano
que aprendi a amar a música"
Maravilhoso!!!
Aliás, todas as imagens que fazem o poema são de grande sensibilidade e beleza.
Gostei muito, como sempre.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

o mar emite a sua própria música, basta saber escutar.
mais um belo poema em que o mar é fonte de inspiração.
boa semana.
beijo
:)

Ailime disse...

Boa noite Graça, sabe como a admiro, tanto!
Este é um dos poemas mais belos do seu livro Espaço Livre com barcos!
A imagem do mar exilado nos olhos, sublime!
Um beijinho e uma boa semana.
(Muito obrigada pelos seus tão generosos comentários nos meus espaços).
Ailime

Sissym Mascarenhas disse...



Querida amiga,

Belíssimo trabalho, inspirador.

Boa semana.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

O mar exorciza-nos...

beijo

Rita Freitas disse...

Lindíssima esta lição do oceano e um belo momento de paz.

Beijinhos

DE-PROPOSITO disse...

Uma viagem imaginária (ou talvez não), até um local de reflexão. E aí brotou uma poesia que nos encanta.

Que a felicidade ande por aí.
Beijinho
MANUEL

Jaime Portela disse...

O som do mar é mesmo música.
E até as gaivotas cantam no seu tom...
Mais um excelente poema. Gostei imenso.
Graça, tenha uma óptima semana.
Beijinhos.

Majo disse...

~~~
~ O oceano marulhando em vazante,
~~~~~~ os barcos dançando,
~ as aves noturnas em harmonia...
~~~~~ Um doce estribilho.

~~~~~~~~ Parabéns, Graça.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Graça Pires disse...

Obrigada, Majo, pelos seus comentários sempre tão cheios de interesse e carinho. Não tenho modo de lhe retribuir porque não encontro o seu blog. Um beijo.

Ives disse...

Olhos que vão muito, muito longe! lindo lindo, abraço

mz disse...

O mar, tem pauta de música gratuita.
Tem poesia de mão estendida,
e tem também todos os prantos.
Mas o mar não é para todos.

É para si,
definitivamente, Graça.

Um abraço.

Teresa Almeida disse...

Saio elevada e enriquecida. Extraordinário poema!
Xi coração.

Eduardo Aleixo disse...

"Os barcos dançam no ancoradouro dos olhos
sorvendo-me o pranto onde há um mar"
Peefeita sintonia entre a água do mar e a água do teu corpo onde mergulham todos os sentimentos.
Magnífico poema,amiga.
Beijinho de amizadee de grande admiração te deixo.

ManuelFL disse...

Este poema, tão musical e visual, tem o ritmo das marés, é fluxo e refluxo, de sonoridade ora bravia ora apaziguadora.
Ficamos presos às imagens deste fascinante bailado da vida que a Graça inventou com metáforas belas e poderosas.

Marineide Dan Ribeiro disse...

Dava até pra ouvir os sons!!!
O barulho do mar é um som divino, e nele eu embalo meus
mais puros sonhos!!!!

Bjussssssssssss

tb disse...

e haverá maior beleza musical do que essa? Lindo, lindo, amiga.
Um grande beijo.

Toninho disse...

Há uma descrição tão perfeita e inda deste cenário e encanto,
que posso criar a imagem da cena, sinto o roçar de barcos,
ouço o bater de asas das aves noturnas, eu sinto calor da sua inspiração.
Aplausos nesta magia de encantar as palavras nesta sensibilidade e emoção.
Meu terno abraço Graça.
Beijo

LuísM Castanheira disse...


"...Os barcos dançam no ancoradouro dos olhos...", e aos meus, há uma beleza musical sem igual...

perfeita a natureza, minha amiga e nela repousa esta 'flor' do seu poema.

bjs.

EU disse...

Mas só poucos conseguem ler a pauta do mar.
Belo!
Meu bjo, Graça :)

Parapeito disse...

"E sobre os meus ombros as aves nocturnas
vêm entoar o manso estribilho da vazante."
Gosto muito, doce Graça !