23.10.15

Ilha

Susan Derges

Para sermos ilha nos bastava a intensidade das mãos 
na pedra por esculpir questionando a terra que rodeia 
os alheios silêncios: líquidos como as lágrimas.

Graça Pires
De Caderno de significados, 2013

42 comentários:

Toninho disse...

Linda e profunda reflexão poética.
Ser e estar neste silencio antes das lagrimas.
Belíssima inspiração amiga.
Meu carinhoso abraço e beijo paz.

Mar Arável disse...

Nas tuas mãos

Bj

Camila e Carol disse...

Ótimo trecho:)
Beijokas da Camila e Carol

Vamos Papear 

São disse...

Breve e belo, como eu aprecio.

Abraços e bom fim de semana, Graça

Daniel Costa disse...

Graça Pires, há sempre alguém a desejar transformar-nos em ilha. A parte isso, o pensamento poético te beleza.
Abraços

Lilly Silva disse...

Que lindo Graça!!! Eu concordo muito com:
" Para sermos ilha nos bastava a intensidade das mãos "...
LINDO!!!
Beijos mil a ti Graça, e desde já te desejo um lindo fim de semana!!!

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

Alfredo Rangel disse...

Para sermos ilhas, basta esta tua sensibilidade, Graça, que se faz presente sempre de forma tão marcante. Muito bom poder ler-te. Beijo.

Marta Vinhais disse...

O silêncio torna-se doloroso e eis que surgem as lágrimas...
Somos ilha nesse momento porque a dor é tão nossa....
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Jaime Portela disse...

Quando as palavras surgem assim (com peso, conta e medida), ficam os leitores sem elas (palavras...).
Brilhante, uma vez mais.
Graça, minha querida amiga, tenha um bom fim de semana.
Abraço.

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Um prazer retornar aqui, minha querida, eu que anda tão 'ilha'.
Tua poesia é bálsamo, sempre!
Um beijo

Nequéren Reis disse...

Maravilhoso amei, bom final de semana.
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

La Joie de Vivre! disse...

lindíssimo, querida Graça!! beijinhos e bom fim-de-semana

Ailime disse...

Boa noite Graça, excelente poema!
Nas mãos o gesto da dádiva, da prece.
Mãos que acolhem, mãos que amam.
Um beijinho e bom fim de semana.
Ailime

Suzete Brainer disse...

Toda a vida (história) que pertence a cada lágrima,
um canto silencioso inscrito da nossa singularidade...

A foto linda...
Adorei,Graça!!
Beijo.

As Mulheres 4estacoes disse...

Às vezes nos tornamos ilha, vivenciando o silêncio,alheio ao mundo à nossa volta.
Lindo...
Sônia

ॐ Shirley ॐ disse...

Li, reli, estou pensando...
Impossível ser uma ilha...
Sábias palavras, Graça.
Beijo!!!

Isa Sá disse...

Dá que pensar...bom fim de semana.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Teresa Durães disse...

a escultura pronta a ser executada!

Ana Freire disse...

Por vezes, há que nos tornarmos ilhas... para nos resguardarmos do efeito avassalador do mundo, que por vezes, apenas nos oferece lágrimas... e reencontrarmos o nosso equilíbrio e essência... e isso está apenas nas nossas mãos...
Uma belíssima reflexão, Graça!
Beijinho! Um bom fim de semana!
Ana

irene alves disse...

E por vezes não nos sentimos mesmo numa ilha sem saída?
Desejando que se encontre bem.
Bom fim de semana.
Bj.
Irene Alves

© Piedade Araújo Sol disse...

e toda mulher será ilha.

uma bela foto a acompanhar um curto e intenso poema.

bom fim de semana.

beijo

:)

Teca M. Jorge disse...

Intensamente ilhada... beijo.

Evanir disse...

Amiga Graça ....
Tenho me afastado muito mas nunca esqueço ninguém
nem recurei da cirurgia para ter pneumonia ,
mas Deus é pai amoroso vou ficar bem logo levo tombo mas com a graça de Deus
tenho sempre voltado.
Um Domingo abençoado beijos.
Evanir.

Agostinho disse...

Cada um de nós o é: Ilha!
Das mãos nasce a definição
das margens
a razão da ternura caudalosa
nas lágrimas.

Pedro Luso disse...

Aí está uma verdade lapidar.
Um bom domingo.
Abraços.

AC disse...

De letargia fartos estamos, apesar de a pintarem com sedutoras cores.
Muito bem, Graça.

Um beijinho :)

Zilani Célia disse...

OI GRAÇA!
MUITAS VEZES SOMOS ILHAS,MAS, NÃO É O MELHOR CAMINHO, POIS AO SURGIREM AS LÁGRIMAS, NÃO HAVERÁ MÃO ALGUMA PARA SECÁ-LAS.
LINDO E INTENSO COMO SEMPRE, AMIGA.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

teresa p. disse...

"Para sermos ilha..." é um pequeno mas belíssimo poema que nos conduz ao interior de nós próprios, da nossa humanidade, dos "alheios silêncios: líquidos como as lágrimas."
A foto é linda!
Beijo.

heretico disse...

mãos que falam...

belo. teu dizer.

beijo, minha amiga

ManuelFL disse...

Um beijo, Graça, por partilhares a tua arte poética.

Cia. De Teatro Atemporal disse...

Olá, Dona Graça!

Belo e reflexivo poema!

Que DEUS abençoe cada vez mais a vida e a família da senhora!

Abraços espremidos da sua Cia. De Teatro Atemporal!

Estaremos sempre, SEMPRE juntos!

Clemente.

Poções de Arte disse...

Perfeito!
Faz refletir!

Abraços e lindo dia.

Licínia Quitério disse...

Tão pouco e tanto nos bastava, Poeta!

Beijinho com afecto.

Fê blue bird disse...

Amiga Graça:

Poucas palavras que dizem tanto!
Admiro muito essa sua capacidade.

Um beijinho comovido



Sinval Santos da Silveira disse...

Oi, amiga Graça Pires !
Falando para a alma... poucas palavras,
muita reflexão. Um fraterno abraço, aqui
do Brasil. Parabéns.
Sinval.

Nal Pontes disse...

Pequena reflexão, mas intensa e profunda. Um dia lindo pra ti. Bjs

Graça Sampaio disse...

Tão poucas as palavras - tão intensa a ideia que transmitem! Muito bom!

manuela barroso disse...

Intenso como o sal de uma lagrima,
belo como a ilha de uma mão!
Que dizer?
Beijinho, Graça!

Ana Pereira disse...


A terra, a pedra, as mãos e as lágrimas unidas intensamente. Talvez o que as una seja a vontade de ser e fazer algo com significado. Está tudo nas mãos fazer isso acontecer.
Um abraço, Ana

lis disse...

Quando o mar se agita, ser ilha é uma opção Graça
Bonito o poema.

Parapeito disse...

Palavras tão cheias de tanto, mãos tao cheias de muito
Abraço doce Graça ****

Odete Ferreira disse...

Podemos ser ilha para nós, mas não o podemos ser quando o sofrimento alheio nos chama.
Em breves palavras, mas de uma profunda beleza poética, uma mensagem de ação.
Bjo, amiga :)