8.11.07

Do lado mais perfeito do silêncio

Nichy Willcock


Do lado mais perfeito do silêncio
seguro as palavras, ombro a ombro,
como um vício inexplicável.
Deixem-me refazer as noites
da inocência, para que a caligrafia
não apodreça nos meus dedos.
Um brilho oblíquo, escurece,
em meu olhar, um tempo diferido,
que condena e absolve qualquer erro.


Graça Pires
De Não sabia que a noite podia incendiar-se nos meus olhos, 2007

15 comentários:

Mar Arável disse...

O lado mais perfeito do silêncio

muito belo

maria m. disse...

da escrita -

não tenho palavras para este poema. gostei muito!

hora tardia disse...

perfeito.


este lado.



sempre e sempre!


bom ficar aqui.




beijos.

hfm disse...

Chiu... fiquemos em silêncio para que se não perca a caligrafia e a inocência.

Marinha de Allegue disse...

A importancia do silencio desplegando toda a súa enerxía...

Unha aperta Graça.
:)

aLqUimISta disse...

A escreveres assim podes refazer as noites que quiseres... ;)


bjs

TINTA PERMANENTE disse...

Do lado mais perfeito do silêncio as palavras são assim: inteiras!

abraço.

Bichodeconta disse...

O lado perfeito do silencio está de braço dado com o lado perfeito da vida..um abraço.

Luis Eme disse...

Gostei muito do teu olhar que vê o tempo diferido, que condena e absolve qualquer erro...

Rui Caetano disse...

O lado mais perfeito do silêncio é o lado de dentro de nós, onde moram os nossos sentimentos mais profundos e verdadeiros.

soledade disse...

Entre o vício das palavras e um anseio de silêncio.
Graça, às vezes, parece-me que poesia e inocência são irreconciliáveis. Escrever pode ser uma coisa terrível - se escrevemos; e se o não escrevemos também.
Vou ecoando no seu poema as minhas relações turbulentas com a escrita. Mas deixemos as turbulências: bom S. Martinho :)

herético disse...

do silex do silêncio. a faúlha brilhante da (tua) poesia.

muito belo.

Graça Pires disse...

Obrigada a todos pelas vossas palavras que vieram, estou certa disso, do lado mais perfeito do afecto. Um beijo.

alexandrecastro disse...

espero este post procurando não martelar as teclas, pois admito que este belissimo silêncio não deva ser "incomodado"!bjs

Anónimo disse...

Do lado mais perfeito do silêncio

Muito lindo...com muita profundidade!
É bom sentir...é bom apreciar o "sentir"!
Parabéns
Lita