4.3.14

Paciência

Cézanne

Hoje, pela tarde, fiz doce de tomate 
e compota de maçã conforme velhas 
receitas que minha mãe me ensinou. 
Tu agradado de seres homem 
ficaste frente ao mar ouvindo 
Schubert (ou era Mozart?)
Mais tarde elogiaste muito os doces 
e a paciência das mulheres para estas coisas.

Graça Pires
De Caderno de significados, 2013

34 comentários:

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Este belo poema lembrou-me de minha avó, que fazia compotas e goiabadas e de meu avo, que era mecanico e vinha pelas 4 da tarde lanchar um trago de café e pao barrado de compota ou fatias vermelhas de goiabada.
Há tempos roubei um dos seus poemas para Cores & Palavras, com a foto de Mandela, mas nao encontrei como postar um comentário.
Obrigado pela visita e comentário recentes na Ondjira Sul.
Kandandu

Namibiano

Nilson Barcelli disse...

Pior, são os que não elogiam os doces e a paciências das mulheres...
E serão estes, talvez, aqueles que mais se agradam de ser homens.
Um poema de palavras simples, mas que encerra um comportamento social que ainda impera.
Gostei muito, excelente.
Graça, tem uma boa semana.
Beijos.

Humberto Maranduva disse...

O imaginário tece-se pelas palavras, mas radica no inconsciente... ou como se passou das comunidades matriarcais para as patriarcais, e de como agora se dá continuidade ao desejo do equilíbrio necessário à harmonização relacional entre homens e mulheres.

Um belo poema onde se aflora, também, a eventual harmonia dos contrários, penalizada por compensações não satisfatórias.

Um abraço, Graça Pires.

Mar Arável disse...

Belas as naturezas mortas
que se levantam

José Vilhena Moreira disse...

Um "fresco".
:)
obrigado pela observação sobre a claridade dos sons.
um abraço

Eduardo Aleixo disse...

Sempre bom reler-te, Graça. Gosto deste caderno de significados, de que que tenho postado poemas, sempre com muito gosto. E claro, referindo o teu nome. De amiga e poeta que admiro muito. Beijinhos.

José Carlos Brandão disse...

Poema digno de um Caderno de significados - de muitos significados.
Um abraço amigo.

Marta Vinhais disse...

O retrato da sociedade...
Simples e belo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

teresa p. disse...

Só mesmo as mulheres para tornar o mundo mais doce e proporcionarem ambientes tão belos e repousantes.
Os elogios foram merecidos, era o mínimo...
Belissíma a pintura de Cézanne.
Beijo.

Anónimo disse...

Schubert (ou Mozart), doces, a paciência das mulheres, que mais pode querer um homem?

Manuel FL

Maria Isabel Q. disse...

Gostei muito. Vou levá-lo para a minha pagina do facebook. Obrigada.

Não está no facebook pois não?

Beijinho.
Flor

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Pelo menos haja os que elogiam a ternura que sai das mãos das mulheres.
É um prazer imenso ler-te. A minha admiração é profunda.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

jorge vicente disse...

Ah, a maravilhosa paciência das Mulheres e dos Poetas!!!

Muitos beijinhos, amiga
Jorge

© Piedade Araújo Sol disse...

um caderno com muitos significados mesmo.

e a música sempre ajuda à não paciência.

boa semana.

beijos

:)

Paula Raposo disse...

Li há pouco no facebook, partilhado por uma amiga. Gosto muito. Beijinhos.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Saber escrever boa poesia e fazer
compotas é digno de apreço.
Gosto muito de poesia, também
gosto de compotas, mas a diabetes
que é muito minha companheira
não o permite.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

manuela baptista disse...

pela tarde,

tão doce a paciência destas coisas escritas em verso assim ao pé do mar

e não é elogio, sou eu mesma a falar

um beijo, Graça

irneh disse...

Um doce poema que, com simplicidade, ilustra doces momentos e a tradicional "incapacidade" que os homens têm para apreciarem coisas simples. Bj

heretico disse...

doces envolvências...

(o paraíso existe!)

beijo

Gaby Soncini disse...

Que poema belo!

É sempre bom encontrar novos espaços poéticos.

Beijos!

Pedra do Sertão disse...

Fiquei com a fotografia do poema em minha mente...linda imagem!

Abraços,

Araceli Sobreira

venha nos visitar também:

www.pedradosertao.blogspot.com.br

Ailime disse...

Fabuloso poema com os aromas e sabores que só sua singular poesia me oferece. (E a música...!) Tudo perfeito.
Beijinhos!
Ailime

Agostinho disse...

Um quadro o poema
- amor perfeito -
Schubert fiel equilíbrio
doçura dos sussurros guardados
de um par: a paciência e o mar.

dade amorim disse...

Delicioso este poema!
Um amor delicioso.

Beijo que vc merece!

Pérola disse...

Doces com sabor a história e a família onde os homens saboreiam

Beijos

manuela barroso disse...

Como com compota se fazem excelentes poesias! E igualmente doce.

O doce que tantas vezes é feito mesmo sem paciência. Graça!
Beijinho

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Paciência é dom feminino, assim como a poesia com que a descreves.
Um Caderno de Significados do teu e do nosso coração.
Um beijo grande, minha amiga!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Graça. As mulheres na maioria das vezes gostam de agradar aos amados, uns reconhecem, outros não, infelizmente.
Belo poema!
Tenha um fim de semana de paz!
Beijos na alma.

São disse...

Excelente poema para o Dia da Mulher, que te desejo feliz...

Abraços

Evanir disse...

Boa Noite.
Hoje tão somente hoje quero deixar de alguma forma meu
carinho a todos que sempre dedicou um dia de carinho para mim .
Meu desejo seria retribuir de alguma forma tudo que aprendi na vida e nos últimos anos
como um grito de amor nesse dia Internacional da Mulher.
Rogo a Deus por todos as mulheres que ainda sofre em todo o Mundo.
Pela falta de compreensão , discriminação pela raça , pela cor , pela classe social
pela mutilação .
Que nesse Dia você possa olhar para dentro de si mesmo e dar
graças a Deus pela vida ter sido generosa ,
pois a mim você sempre deu carinho afeto e companheirismo .
Quando estava prestes a desistir, lembrei-me.
Tinha a maior riqueza do mundo sua (Amizade)
Hoje deixo essa mensagem independente de ser amiga ou amigo.
Eu preciso muito da sua amizade e capacidade
de aceitar - me como sou quero sim
sua amizade esse sim é o presente que peço nesse Dia Internacional Da Mulher .
Com todo carinho saberei recompensar sua amizade com o mais puro amor
que existe dentro do meu coração.
Deixo nesse dia beijos no coração e afagos na Alma.
Deixei na postagem um mimo encontre o que você gostar é minha gratidão
por tudo que representa na minha vida.
Carinhosamente.Evanir.

AC disse...

Graça,
Poderia escrever, acerca do assunto, muitas palavras, mas fico-me pelo essencial: os homens, comparados com as mulheres, são uns mimados. Indo quase sempre pelo caminho mais fácil, eles, no fundo, é que ficam a perder.

Beijo :)

Cristina Cebola disse...

Querida Graça!

Um poema muito belo! Na simplicidade das palavras e daquilo , que é a nossa sociedade nos tempos que correm, nas entrelinha encerra questões muito pertinentes no que se refere aos relacionamentos, ou simplesmente à interacção entre homens e mulheres...

Beijinhos e uma semana muito feliz!!

Teresa Durães disse...

A ressalva de ser-se homem. Terá consciência do que perde nas pequenas coisas?

Um poema lindo!

Parapeito disse...

belo...simples e doce...como quem o escreveu. Brisas doces ***