24.1.15

Em seara alheia



Chamei-te mar

No mais íntimo da pele
desgrenhei o vento
para te desassossegar os cabelos

escrevi na água
da chuva
para ver
como as palavras
se desmoronam

No mais íntimo da pele
lá estavas azul
tão azul tão azul
que te chamei mar

e já é tanto
                                          
Eufrázio Filipe
In: Presos a um sopro de vento. Macedo de Cavaleiros: Poética, 2014, p. 59

43 comentários:

Graça Pires disse...

Quem não conhece a poesia com que Eufrázio Filipe nos brinda no seu blogue “Mar arável”?
A verdade é que um bando de pássaros invadiu suas mãos. Pássaros que voam livres de palavra em palavra, de imagem em imagem, nas luz e nas sombras e, “Presos a um sopro de vento” desvendam-nos a beleza de cada verso deste livro.
Parabéns, Eufrázio!

Malu Silva disse...

Bom dia!! Que o sábado lhe sorria.
Estou passando e lhe deixando o convite para fazer uma visita ao meu espaço que traz meu novo projeto deste ano. Os tempos difíceis deram uma trégua e eu estou conseguindo realizar alguns sonhos.

Quano ao poema, que ternura tamanha, pois azul é a cor...

ॐ Shirley ॐ disse...

Belíssimo!!!
Parabéns, Eufrázio!
Beijo, Graça!

Pérola disse...

Rendi-me a este chamamento azul, de mar.

Partilha encantadora.

Beijinhos

⊰✿⊱France ⊰✿⊱ disse...

BOnjour je vais voir la traduction puis je repasse

bisous

Luria Corrêa disse...

Vou pro blog do Eufrázio já já...
E que belo o que acabei de ler. Talvez porque eu ame azul...talvez porque eu sinta o mar em quase todo dia de turbulência. Sensação branda.

Bom fim de semana, Graça!
Adorei, Eufrázio.

Marta Vinhais disse...

E brilhamos todo no azul...
Do mar, do céu...a chave para todos os momentos de paz...
Adorei...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

vendedor de ilusão disse...

Andar por seara alheia nem sempre é aconselhável, contudo, os versos mostram a mim que tudo depende do ponto de vista...
Beijos.

Evanir disse...

Minha Amiga Querida.
Finalmente consegui chegar até seu blog ler matar as saudades
de vc amiga.
Nesse tempo ausente pude contar com pessoas linda de coração e alma como você.
Breve se Deus quiser estarei livre do problema que tem
assolado minha vida a muito tempo.
E vi com tristeza a ausência de pessoas que amo
sem me desejar pelo menos um feliz Dia ,
Ou semana..
Em meus pensamentos nunca esqueço nenhum de vcs ,
pois fazem parte da minha jornada a longa data.
Obrigada de todo coração pelo carinho afeto e ternura.
Deus abençoe seu final de semana.
Um beijo terno e carinhoso.
Evanir.
Amiga minha eterna Amiga!!

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, é sempre com muito gosto que leio os puros poemas no blog "Mar arável" de Eufrázio Filipe, não sendo eu um poeta nem um grande leitor de poesia, gosto da poesia simples e de fácil compreensão, ao contrario da poesia que quando acabo de ler já não me lembro do principio.
AG

helia disse...

Uma singela e linda Poesia !

manuela baptista disse...

é um poeta e já é tanto


bonita a sua escolha

Lídia Borges disse...

Concordo em pleno com as palavras da Graça.

"Pássaros que voam livres de palavra em palavra, de imagem em imagem, na luz e nas sombras"...

Um beijo

Lídia

Mar Arável disse...

Grato minha amiga

Bjs

heretico disse...

as tuas palavras, Graça, somam expressividade à expressividade da poesia do nosso amigo Eufrázio.

fico feliz por ler-vos, juntos.

beijo, Amiga

manuela barroso disse...

Quando se depara com o Belo, emudece- se.
Muito obrigada, Graça , por partilhar esta enorme poesia. Parabéns "Mar arável ". Parabéns !
Beijinhos!

Nilson Barcelli disse...

Gosto da poesia do Eufrázio. E este poema é magnífico.
Uma excelente escolha.
Tem um bom domingo e uma boa semana, querida amiga Graça.
Beijo.

teresa p. disse...

"Chamei-te mar..."
Um lindíssimo poema de que gostei muito.
Parabéns a Eufrázio Filipe e obrigada à Graça por o dar a conhecer "Em seara alheia".
Beijo.

Cristina disse...

Gracias por compartir tanta belleza!
Feliz domingo.

=================================
…Me gusta la gente que tiene personalidad.

Me gusta la gente capaz de entender que el mayor error del ser humano, es intentar sacarse de la cabeza aquello que no sale del corazón.

La sensibilidad, el coraje, la solidaridad, la bondad, el respeto, la tranquilidad, los valores, la alegría, la humildad, la fe, la felicidad, el tacto, la confianza, la esperanza, el agradecimiento, la sabiduría, los sueños, el arrepentimiento y el amor para los demás y propio son cosas fundamentales para llamarse GENTE.

Con gente como ésa, me comprometo para lo que sea por el resto de mi vida, ya que por tenerlos junto a mí, me doy por bien retribuido.
(Fragmento de “La Gente que me Gusta”- Mario Benedetti.)

Espero que este año que recién comienza te ilumine con sus mejores luces, ese es mi deseo para vos.
Un gran abrazo a la distancia.
=================================

Ani Braga disse...

Que lindo Graça...

Passando para deixar um abraço e desejar uma semana cheia de paz para todos nós.

Beijos
Ani

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Obrigado, minha querida amiga, por nos trazeres sempre searas de bom gosto.
Bjs

DE-PROPOSITO disse...

Dizem que a TERRA vista do espaço é AZUL.
Por isso o azul é cor de vida.

Tudo de bom por aí.
MANUEL

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

São disse...

"Escrevi na água da chuva" bonita imagem de Eufrázio, com quem tive o gosto de partilhar espaço no jornal "A Outra Banda".

Beijinhos e feliz semana, minha amiga

tb disse...

A poesia dele é assim mesmo como dizes, amiga. Gostei de o ler também aqui na tua casinha.
Beijinho grande.

Daniel Costa disse...

Graça Pires
"Pelo convento, vê-se quem está dentro". Na verdade ao ter o poema, veio-me à memória, este ditado popular. O poema é belo e com musicalidade.

Beijos

Sinval Santos da Silveira disse...

Querida amiga, Graça Pires !
Que refinado gosto poético,
demonstrado ao publicar tão
belo texto... parabéns.
Um carinhoso abraço, aqui do
Brasil.
Sinval.

Rita Freitas disse...

Muito bonito este mar. Gosto imenso da poesia do Eufrázio.

Beijinhos e obrigada pela visita ao meu blog.

EU disse...

Gostei imenso do poema que escolheste do Eufrázio Filipe. Leio-o desde há uns tempos. Uma poesia que sempre nos desafia...
Bjo, amiga :)

Eduardo Aleixo disse...

Lindo poema com a magia da água desalinhando e desalinhavando a inocência das palavras...
Obrigado e beijinho.

Fê blue bird disse...

Uma suavidade nas palavras que serenam quem as lê.

Admiro-o também!

beijinho

Argos disse...

Gostei!
Azul!
Obrigado por partilhar connosco

Abraço

Agostinho disse...

A subtileza de quem sente e sabe transfigurar as palavras de dentro.

Muito boa sele(c)ção com comentário que acende o lume ao pavio.

Muito boa tarde.

Majo disse...

~
~ Excelente este poema do talentoso Poeta do Mar Arável.

~ Na sua margem, gostamos de nos reunir apreciando o encanto do azul do mar, das pedras e dos pássaros.

~ ~ ~ Abraço amigo. ~ ~ ~
.

jorge esteves disse...

Os próprios versos são azuis!...
abraço.


jorge

tulipa disse...


Olá Graça

Há anos que conheço a poesia de Eufrázio Filipe no seu blogue
“Mar arável”

Parabéns, Eufrázio!

Obrigada pela partilha.

Por aqui tenho sempre notícias frescas
a "escolha" é sua, envio o menu:

http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/
Quem prova Bebinca não lhe fica indiferente.
No entanto, não é um doce fácil de fazer, requer alguma perícia e prática para ficar bem feita. Refiro mais uma vez que esta é uma receita maravilhosa, originária de Goa, habitual em altura de Festas!

http://tempolivremundo.blogspot.pt/
COMECE A POUPAR PARA AS FÉRIAS - Nos dias que correm, não é fácil ter DINHEIRO para férias, no entanto, se tivermos o cuidado de ir fazendo uma ginástica nas despesas, garanto que se consegue, é só tomar atenção a alguns conselhos

http://pensamentosimagens.blogspot.pt/
Cada dia uma descoberta, uma aventura, uma luz, uma paisagem, uma partilha, um saber, um cheiro, um sorriso. Seguindo o pensamento de "Aldo Novak"
"Sua vida pode ser uma comédia, uma aventura ou uma história de superação, sucesso e amor. Mas pode ser também um drama, uma tragédia ou a monotonia da não-mudança. Porque todos nós temos tudo isso em nossas vidas.
O que muda é como editamos, em quais experiências mantemos o foco e sobre
o que falamos. Fale do drama, e sua vida será um drama.
Fale da aventura e a mesma vida será deliciosa.
ORA BEM...falarei sempre de AVENTURA para que a minha Vida seja deliciosa!

Um abraço bem grande da Tulipa

Ana Tapadas disse...

É um belo poema do nosso amigo!

Beijo meu

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Conheço!

Um beijo

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Graça, que delícia
de poema sobre o
mar que eu tambem
tanto amo...
Bjins
CatiahoAlc.

Nilson Barcelli disse...

Reli maravilhado o poema que escolheste.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Graça.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

um Poeta que canta o azul, o mar e os pássaros, eu gosto muito da sua escrita.
uma boa escolha!
beijo
:)

Cristina Cebola disse...

Ah...esse mar arável!!!
Tão azul , que se confunde com o céu...

Beijo meu...:)

Parapeito disse...

Nao conheço a poesia de Eufrázio Filipe, mas acho este poema lindo.
Obrigada por tao bela partilha. Brisas azuis ****