7.5.08

Como se viesse o anjo

Leonardo da Vinci

Fecho-me no quarto.
Há demasiada luz
espalhada nas paredes
como se viesse o anjo
que anuncia a extinção
das sombras.
De meus lábios,
interditos a preces,
sai uma canção antiga,
um chamamento
à flor da boca.
Um fulgor suspenso
de meus olhos
tece, sem limites,
o tempo da infância.
Como se me perseguisse
um sonho intacto.


Graça Pires
De Uma extensa mancha de sonhos, 2008

21 comentários:

CNS disse...

Há luz, sim. Mas não demasiada. Neste poema.

Miguel Barroso disse...

Ilumino-me

hfm disse...

"Como se me perseguisse
um sonho intacto." e persegue mesmo, Graça, com a luz das tuas palavras.

hora tardia disse...

que sonho Graça....

belo.

candente.


todo Alma.


beijo. grato.

JPD disse...

Nostalgia pura.

Muito bem escrito.

JRL disse...

esse tempo, ad aeternum... :) um beijinho.

São disse...

Tudo muito bem conjugado para nosso prazer: obrigada!
Abraço-te.

Regina disse...

Talvez não haja luz sem sombras... E os sonhos se calhar perseguem na mesma medida em que são perseguídos...

Um abraço!

TINTA PERMANENTE disse...

Perseguir um sonho intacto... uma quase alquimia!


abraços!

Sophiamar disse...

Graça, Amiga!

Vim ao teu encontro. Um chamamento. E li um poema lindíssimo.

Beijinhos

Bem hajas!

maria m. disse...

apenas a luz da tua infância
e a luz das tuas palavras.

Anónimo disse...

A luz da tua poesia...
Beijo.

Teresa P.

Victor Oliveira Mateus disse...

Tecer sem limites o tempo da infância; perseguir um sonho intacto... Lindo!

alice disse...

eram palavras assim que eu estava a precisar de ler, querida graça. para serenar o meu espírito :) um poema que parece que foi feito para eu ler... desculpe senti-lo assim. um grande beijinho.

luis lourenço disse...

Vim parar ao seu blog através de outros,mas dá para entender a grandeza da sua sensibilidade e da sua poesia.
A magia e a inocência da infância!


com apreço

Teresa Durães disse...

gostei bastante!

Luis Eme disse...

sem limites...

para sonhar, escutando uma canção antiga...

abraço Graça

Sophiamar disse...

Vim deixar-te um beijo e desejar-te um bom domingo.

Bem hajas!

© Piedade Araújo Sol disse...

Graçinha

A sua poesia é sempre muito cuidada, lucida e com muitas mensagens.

Graça Pires disse...

Obrigada a todas e a todos pelas palavras de carinho. Um beijo.

Elizabeth F. de Oliveira disse...

O olhar do poeta é sempre impregnado de metáforas; mas as tuas são sempre únicas. Tu és, na verdade, o anjo que ilumina com palavras as nossas vidas.
beijo no coração