28.12.08

Mãesagem


É possível que as arestas das montanhas
se arredondem de paixão pelo brilho da seiva,
quando a manhã se acende.
É possível que revoadas de pássaros
sulquem o céu, reinventando uma terra,
maternal e verde.
É possível.
Pode ser um recomeço,
uma promessa, um sobressalto,
um sinal da nossa inquietação,
neste planeta quase estrangulado,
em que nos vamos tornando forasteiros
assustados, não vá a morte surpreender-nos
na fronteira de qualquer negligência.
Pronunciemos, devagar, um acto de contrição,
até que a luz penetre, nua, o útero da paisagem,
e a fecunde, ou não teremos rio algum
que purifique a nossa sede.


Graça Pires
De Ortografia do olhar, 1996


Mãesagem é o nome de uma escultura de João Cutileiro

59 comentários:

Paula Raposo disse...

Um poema fantástico e cheio de força!! Gostei imenso. Beijos.

Hercília Fernandes disse...

Olá Graça.

Linda a sua "mãesagem"!

É bem possível que os filhos da mãe natureza escutem os ecos de seu cântico esperançoso. Assim creio!

Parabéns pela bela reflexão. Agradeço a leitura.

Abraços,
Hercília F.

Licínia Quitério disse...

Pronunciemos, sim, ou não teremos...

Tão lúcida, tão luminosa esta "mãesagem".

Um beijo, Graça.

Eduardo Aleixo disse...

É possível, sim, Gracinha, porque temos o sol e os pássaros dentro de nós.
Beijinhos e um Ano NOVO, com amor e paz.
Eduardio

Victor Oliveira Mateus disse...

Pois eu tenho grandes dúvidas quanto aos possíveis e aos recomeços, contudo deixo ainda uma fresta da janela aberta...

Gostei deste poema onde vi um forte travo ecológico, espécie de mãessagem para a Terra Mãe...
Um bj e BOM 2009!

gisela ramos rosa disse...

Quando Alfred Vigny nos diz
"tous le monde a raison à l´exception des poètes" deixa-nos entrever de modo subtil o alcance da palavra poética.

Este seu poema tem "a leveza de uma vela/o louvor da vida em difusão"(Agripina C. Marques)

Um abraço luminoso para 2009

Vieira Calado disse...

A beleza do poema. Costumada.

Aproveito para retribuir os seus votos.

BOM NOVO ANO

Bjs

hfm disse...

Silencio e espero que a beleza deste poema nos ilumine.

Luis Eme disse...

acreditamos sempre, que é possível...

abraço Graça

maré disse...

Pode ser...

que a luz feita oração
engravide de humanismo
o útero da paisagem
e a fecunde
reinventando a terra
em seios fartos.

pode ser...

_______

Tão bela a imagética deste poema, Graça.
saio comovida.
e deixo-te com um beijo grande e o abraço a desejar um Ano Feliz e concretizador.

LM,paris disse...

Sim Graça, também acredito que o
" recomeço"_______________ nao é mais que o ciclo da ordem dos dias e das noites, que nos obriga a essa evidência!
Mas somos tao orgulhosos que julgamos ter a deusa qualidade de mudar o ciclo das coisas de la vie et de la mort...
a "maesagem" é lindo e tem a leveza desses passaros que nos entram pela janela, sem querer...
beijos, sua amiga e admiradora,
lidia
LM

Teresa Durães disse...

tantas vezes estrangeiros de nós

d'Angelo disse...

Nos tornamos apátridas num mundo cuja beleza insistimos em destruir. Talvez não bastem asas ou versos semeando a esperança, mas sempre é tempo de sonhar.

isabel mendes ferreira disse...

matar a sede do belo é que faço. sempre. aqui.



e já não me espanto.


apenas agradeço.



o meu mais terno abraço MãePalavra.

dona tela disse...

Mesmo sem perceber, acho bonito. Que coisa esquisita...

Boas entradas para si.

Anónimo disse...

Adoro o que escreves pur ae simplesmente, muitas vezes amanheço com os teus poemas, como hoje, muito obrigada por enriquecer minha Vida.
Costumo postar fotos no "reflexosonline" e imensas vezes junto os teus poemas, identifico-me tanto com eles... e foi um degrau para perceber que gosto tanto de poesia.... Um bom ano 2009 com muita saude e poesia...Obrigada por tua inspiração

mariis

Sophiamar disse...

Querida Amiga, embora um pouco ausente do teu blog, estás sempre no meu coração. Pela ternura, pela simpatia, pela amizade que aqui fomos fazendo. Desejo-te umas Boas Festas e que o Novo Ano que está quase, quase a chegar te traga tudo quanto desejas.

Mil beijinhos

Bem hajas!

José Manuel Vilhena disse...

Muito obrigado pela visita ao "ruinologias".
É de facto o silêncio que procuro no Alentejo.
É por idêntico motivo que de vez em quando passo por cá. Outro género de silêncio que a paz dá...
Um bom ano de 2009 também!

Mésmero disse...

Incrível!

Bom demais. Nem sei o que relatar... a semântica ficou perfeita.


Parabéns!

mariavento disse...

É a possibilidade da nossa salvação.

Um óptimo novo ano cheio de possibilidade!
Bj

viernes disse...

Desejo-te também que muitas coisas sejam possíveis para ti neste próximo ano,
um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

vamos acreditar que e possivel.

bonito poema feito apelo.

fica um beij

teresa p. disse...

Mesmo "neste planeta quase estrangulado,
em que nos vamos tornando forasteiros" é preciso acreditar que é possível...
É necessária e urgente a esperança...
Lindissímo este poema!
Beijo.

Mar Arável disse...

Também em 2009

ousemos

contra todos os destinos

Bom ano

Benó disse...

Começar o dia com a leitura deste apelo faz-me pensar que ele deveria ser desnecessário. Infelizmente assim não é."É possível", será possível? Creio que sim, enquanto houver poetas que saibam "cantar" as belezas que temos e como é urgente preservá-las.

Um Bom Ano, cheio de verde esperança.

mariah disse...

Que o ano de 2009 seja tudo o que mais deseja.Muita poesia.

Um beijo,

mariah

pin gente disse...

muito bonito... que seja um hino a 2009.


beijo para ti
luísa

DE-PROPOSITO disse...

FELIZ ANO NOVO, cheio de coisas boas.
Manuel

Thiago disse...

olá...porque não passas pelo meu eu? ;-)

Adriana disse...

O ventre da terra pode respladecer ainda, esperemos, é possível.Que nesse ano de 2009 encha nossas almas de poesia, é um começo,uma siva para as manhãs.

Um Poema disse...

....

Que 2009 te traga tudo de bom. Paz, saúde, amor, muitos amigos e alguma prosperidade.

Um abraço

maria disse...

Simplesmente BELO!
Tudo de BOM para 2009
beijinho

heretico disse...

belíssimas ortografias. as tuas...
tem sido um prazer (renovado sempre) frequentar a tua escrita.

grato.beijo

votos de BOM ANO

Bandida disse...

é possível que o abraço rasgue o caminho até ti.


um excelente 2009!!

manzas disse...

"A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma bênção de Deus".

" UM FELIZ ANO DE 2009 "

partilha de silêncios disse...

Aproveito para desejar um Ano Muito Feliz, com saúde e paz.

beijinhos

Pena disse...

Linda Amiga:
Uma dedicatória que, entendo ser direccionada aos amigos, autênticas pérolas de si e do seu encanto profundo e significativo. Fá-lo como uma terna e fabulosa expressão doce dirigida aos amigos.
OBRIGADO pela visita linda.
Um Excelente 2009 com muita paz, tranquilidade e bem-estar.
É uma poetisa de sonho...
Beijinhos de imenso respeito, estima e consideração.
Possui um valor precioso e imenso que preenche...
Com imensa amizade e cordialidade sincera

pena

OBRIGADO por existir!
Pleno 2009, amiga sensacional!

luís nunes disse...

Votos de feliz ano novo também para si Graça. obrigado pelo carinho e pela força que me dá sempre, e pelo seu gesto aquando da oferta do seu livro, que recordarei sempre e espero um dia retribuir com um livro meu de que me orgulhe.

abraço,

luís nunes

Jaime A. disse...

...enquanto, contritos,
contemplamos
o solo de nossas vidas,
tridimensionalmente ocas,
a luz do perdão penetra-nos,
humilde, lenta, suave,
tranquilamente,
quase em ar de desculpa;
lá fora,
os campos são fecundados
pelo amor da enxada,
pela força do camponês,
pela Graça do Senhor.

Um 2009 tão inspirado como 2008, pelo menos.
Um beijo

Só Eu disse...

Lindo. De encantar.
Desejo que 2009 além de te proporcionat tudo de bom te continue a inspirar.
Beijinhos

PiresF disse...

Que linda “Mãesagem”, façamos votos para que os humanos mudem, é possível.

Desejo-te um excelente 2009, prima, que ele te traga tudo o que desejas e, principalmente, felicidade.

Enorme abraço.

mié disse...

Mágnifica Mãesagem


É possível!

Pronunciemos o acto de contrição antes que nos falte água.

Um Bom Ano Novo para ti

querida Graça

Beijo

enorme

São disse...

É possível...tudo é possível.Até a esperança, apesar de tudo.

Feliz 2009 , Graça!

Mofina Mendes disse...

Minha culpa, mas como não acreditar que é e será possível?

Em acto de contrição faço votos de um Bom Ano Novo e não me arrependo.

Um abraço!

O Profeta disse...

A humildade da água
Uma folha solta no vento
Cai sobre o mundo um manto de fino orvalho
Cada gota aprisiona um pensamento


Que o ano de 2009 seja a chegada aos teus mais
verdadeiros sonhos, que a tua alma encontre as mil cores
do feliz pensamento…


Que os nossos caminhos se juntem no espaço intermédio
entre a ternura e o tempo da viajem.



Mágico beijo

Cata-Vento disse...

É necessário alimentar o sonho de que tudo vai mudar.Estão dentro de cada um de nós a força e a vontade para operar essa mudança.
Bom Ano Novo!

Beijinhos

Bem-hajas!

Henrique Dória disse...

FElicíssimo 2009, Graça

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Uma linda 'Mãesagem', Graça!
O planeta agradece as tuas palavras.
Feliz Ano Novo pra vc!
beijo no coração

maria m. disse...

Lindíssimo poema para reflexão nossa neste final de ano / incío de um outro.

Um bom ano para ti, Graça. Beijinhos!

Pena disse...

Brilhante e Simpática Amiga:
Um Post fantástico bem à sua forma de ser/estar e Sentir a vida.
Um poema doce e enternecedor.
Um conteúdo perfeito. Significativo.

Tem imenso valor, com sinceridade.
Uma atitude admirável. Repleta de veracidade como
você sempre assumiu, fantasticamente, na vida.
A partilha entre blogs, é uma característica sua extraordinária.
Bem-Haja. Um Perfeito2009.
Abraço de imenso respeito e admiração pelo seu ENORME valor pessoal, social e humano.
Sabe, há sempre um lugar para a felicidade. De pequenos ou Grandes.
Cordialmente, um FELIZ e Perfeito 2009. É o meu sincero desejo.
A pérola preciosa da vida e da felicidade surge connosco. Conquista-se com ardor. Todos os dias! Só que temos de entregar à vida o melhor que possuímos cá dentro. Mesmo que entreguemos o vazio e o nada! A Felicidade também existe neles.

O seu brlhante contributo para o bem-estar humano é fabuloso, o que escreve e o sentimento de estima que o ligo a você. Pela verdade e pela escrita sempre repleta de sensatez e pessoalidade admirável nela contida.


Tudo de agradável.
Com muita amizade e admiração pelo que escreve deliciosamente

pena

Bem-Haja, amiga!

De Amor e de Terra disse...

Olá Graça, boa tarde; inexplicavelmente o meu comentário anterior não ficou registado, mas ainda bem.
De novo te confesso teres aqui um poema incrível, na forma, no conteúdo, no valor poético; Belíssimo!
Atrás disse "mas ainda bem" e explico:- voltar aqui e ver que o meu comentário não tinha ficado registado, obrigou-me a voltar a ler o teu post, ainda com mais atenção e por causa disso, escrevi algo que te enviarei por mail.
Beijos e votos de Paz e Luz neste novo ano ora inaugurado.
Maria Mamede

Miguel Barroso disse...

F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Parapeito disse...

Lindo :)

Que seja a promessa
Que seja o recomeço...

Ailime disse...

Magnífico poema apelando às consciências, que no fundo são as de todos nós, para que não deixemos perecer este planeta lindo, que ainda vai sendo azul e verde!
Que em 2009 se renove a esperança!
Beijinhos.

Carlos Pinto Vinagre disse...

Convido a visitar www.kronospoesis.blogspot.com

Bom fim-de-semana.

Sophie Gaarder disse...

Esplêndido!

É possível
que a emoção e a Natureza se unam
cinzelando o mundo…
para que a
“luz penetre, nua, o útero da paisagem,
e a fecunde”

É possível
criar aves, céu e brilho
contemplando-os bem alto
nos teus versos…

Belo!

Beijo

trouble sleeping disse...

Goasto imenso.
Poema cheio de força!
Lindo.

Poderei utilizar um dos seus poemas no meu blogue, indicando, evidentemente, o autor eo link para o seu blog?

Bom Ano

Assis de Mello disse...

Graça, que mãesagem contundente !! Belíssimo poema !!

Maria Clarinda disse...

E que tu maravilhosamente transformaste em poema...
Jinhos mil