21.6.21

Memórias de Isadora X




Recordo os abraços, os desejos, as paixões, 
a luz aprisionada no meu seio, 
o clarão de lume nos meus olhos, 
os temores que não ousava expressar. 

Arredia como um pássaro retornava 
ao que unia e dividia o rasgão das noites 
mais secretas, mais privadas. 

Desprevenida, errei quase todas as paixões. 
Da ilusão colhi cautelosos desencontros. 
E o aceno da esperança. 
E um aviso abandonado sobre o sonho. 
E a furtiva teia dos dias solitários. 

Sei que as dores e os desencantos do amor 
transformaram a minha arte.
Mas nunca refreei o gozo de dançar  
ou vedei dentro de mim o desinibido 
anúncio do cansaço. 

Graça Pires 
De Jogo sensual no chão do peito, 2020, p. 44

63 comentários:

chica disse...

Tão linda tua poesia,Graça! SEMPRE! beijos, feliz verão! chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um excelente poema de que gostei.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Maria João Brito de Sousa disse...

..."Mas nunca refreei o gozo de dançar ou vedei dentro de mim o desinibido anúncio do cansaço."

lINDÍSSSIMO, GRAÇA, LINDÍSSIMO!

UM BEIJO

Mário Margaride disse...

Mais um belíssimo poema aqui nos presenteia, amiga Graça!

O cansaço não se cansa, quando em nós emerge a paixão.

Parabéns pela inspiração!

Beijinhos, e feliz semana com muita saúde!

" R y k @ r d o " disse...

Poema sublime. Pura e doce inspiração e criatividade poética que me fascinou ler. Lindíssimo mesmo.
.
Feliz semana. Abraço
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

José Carlos Sant Anna disse...

Outro novo poema que revela o perfil de Isadora, da extraordinária “dançarina do futuro” que amava mais que tudo a liberdade, a que revolucionou não somente a arte, foi também uma feminista e lutou contra a todas as formas de opressão. No poema sabemos dos “temores que não ousava expressar”, sabemos que ela soube usar "as dores e os desencantos de amor para transformar a sua arte”, e como o fez tão bem. Belo poema, minha amiga Graça!
Um boa semana. E não se esqueça de continuar se cuidando, sobretudo agora que Lisboa que está com restrições.
Beijo,

N A S S A H disse...

Nice poem 👍

Cidália Ferreira disse...

Muito bonito o seu poema. Obrigada pela partilha!:)
~~
Queria ser, muito mais, que um Ser
~~
Beijos, e uma excelente semana.

Lucinalva disse...

Bom dia
Lindo poema, bjs querida.

bea disse...

Esta Isadora está tão consciente de si que a gente não tem a coragem de a desdizer.
Boa semana, Graça. Acompanhada da Poesia.

Ailime disse...

Boa tarde Graça,
Um belíssimo poema onde os sentimentos e emoções de Isadora são maravilhosamente esculpidos pelo seu sublime talento poético.
Gostei muito minha Amiga e Enorme Poeta!
Um grande beijinho e uma boa semana, com muita saúde.
Ailime

teresadias disse...

"Desprevenida, errei quase todas as paixões.
Da ilusão colhi cautelosos desencontros.
E o aceno da esperança.
E um aviso abandonado sobre o sonho.
E a furtiva teia dos dias solitários."
Querida amiga poeta inspirada, que poema lindo este, revelador da tua inteligência e extrema sensibilidade. Gostei muito!
Beijo, saúde, uma boa semana.

Les uns et les autres disse...

De novo tão belo (e consciente da fragilidade e do que podemos fazer)!
Bj
(vou partilhar no facebook mas sem foto, se não quiseres, avisa)

lanochedemedianoche disse...

Delicado poema de amor , gracias feliz comienzo de la semana.
Abrazo

Gracita disse...

Isto que é ter plena consciência do que se quer da vida
Poema lindíssimo minha amiga
Beijinhos

Teresa Isabel Silva disse...

Bonito poema!
Aproveito para desejar uma boa semana!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

Fá menor disse...

Muito belo!
Gosto sempre tanto dos seus jogos de palavras!

Boa semana!
Beijinhos.

Luiz Gomes disse...

Boa tarde Graça. Linda e especial poesia que você trouxe de uma forma especial ao meu coração.

solfirmino disse...

Pois é, amiga, mesmo cansada, ainda levantamos e sonhamos. Mesmo doloridas, ainda fazemos tudo de novo.
Ótimo poema.
Boa semana e ótima estação.

alberto bertow marabello disse...

Molto bella, amica.
Mai astenuto dal ballare.
E meno male.
Buona settimana.
Um beijo

José Ramón disse...

Es un encanto pasa por su blog, magnífico verso Saludos

Ana Tapadas disse...

Perfeito!
As palavras entrelaçadas num ritmo excelente.
Bjs

Portugalredecouvertes disse...

Recordo os abraços, os desejos, as paixões,
a luz aprisionada no meu seio,
o clarão de lume nos meus olhos,
os temores que não ousava expressar.

gostei muito desse quadro Graça
como numa tela onde se descreve o poder do ambiente sobre
o corpo e sobre o pensamento

beijinhos

Megy Maia disse...

Boa noite, minha querida amiga Graça!
Que lindo jogo de palavras!
Sempre tão envolventes e enigmáticos os seus poemas!
Um abracinho iluminado!
Megy Maia💛🌻💛

Teresa Almeida disse...

Esta Isadora é uma bela provocação poética. É o desassombro e a beleza criativa. E a tragédia também.
Maravilhosa escolha, querida amiga Graça.

Um beijo.

Micaela Santos disse...

Belíssimo poema!
Às vezes é na dor e no sofrimento que encontramos inspiração ou então que a inspiração de alguém nos toca e nos chama a atenção!

Um beijo!

brancas nuvens negras disse...

Maravilhoso poema com versos muito bonitos.
Muito inspirador.
Um abraço

betonicou disse...

Poema simplesmente lindo, Graça! Esse texto nos passa a agradável arte da persistência... Uma fragilidade fortalecida. Obrigado pela constante gentileza, grandiosa poeta. Grande beijo.

pensandoemfamilia disse...

Muito lindo poema que fala de sentimentos e do prosseguir ... bjs

carlos perrotti disse...

A cada entrada nesta série para Isadora você se supera, Graça, Poeta, cheia de sensibilidade tornando-se inesquecível em sonoras luces, versos e imagens. Um verdadeiro luxo.

Grande abraço, amiga. Cuide bem de você ainda.

Nal Pontes disse...

Um lindo poema. Sempre inspirada. Parabéns poetisa.Bjs querida. Amo vc é Deus ainda mais

Juvenal Nunes disse...

Belo poema, em que a consciência da falência das ações propostas pode funcionar como um caminho para uma aprendizagem mais consistente.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Isa Sá disse...

Bonito poema.

Isabel Sá  
Brilhos da Moda

Marta Vinhais disse...

Um retrato de Vida... mas a verdadeira paixão está descrita na leveza do corpo abandonado à arte...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

fatimawines disse...

Olá, Graça!
Mais um poema seu, rico de graça.
Obrigado por comentado a minha carta.
Hoje, no meu menu:
"vitaminas de esperança".
bj.

Roselia Bezerra disse...

Sei que as dores e os desencantos do amor
transformaram a minha arte.

Olá, querida amiga Graça!
A dança da vida nunca deixe de bailar em nós.
Muito intenso seu poema.
Ser um pássaro livre que retoma cada vez que precisar.
Tenha um dia abençoado!
Beijinhos carinhosos e fraternos de paz e bem

ManuelFL disse...


Eu amo estes poemas da Graça inspirados na vida apaixonada e apaixonante de Isadora Duncan.
Poemas que são uma celebração da vida «... sustentada pela força do amor que tudo manda, e pelo ímpeto da liberdade que tudo arrasa», como escreveu Jorge de Sena.

Como escreve a nossa poeta:

Sei que as dores e os desencantos do amor
transformaram a minha arte.
Mas nunca refreei o gozo de dançar
ou vedei dentro de mim o desinibido
anúncio do cansaço.

Apetece abraçar a nossa poeta, por partilhar connosco tanta beleza.

R's Rue disse...

Beautiful.
www.rsrue.blogspot.com

© Piedade Araújo Sol disse...

Poemas para Isadora são sempre muito inspirados e com o cunho habitual da Poeta.
Gostei muito, como sempre!
Tenha uma semana abençoada!
Beijinhos
:)

Os olhares da Gracinha! disse...

Também gosto muito!!! 👏👏👏

Maria Rodrigues disse...

Sejamos como a Isadora, aprendendo com as desilusões e desencantos, mas mantendo sempre a esperança.
Um poema sublime.
Beijinhos

Pedro Luso disse...

Olá, amiga Graça, gostei muito de mais um poema sobre Isadora, poema que como sempre digo principalmente aos jovens poetas, não é apenas para uma única leitura.
Uma boa semana, minha amiga, com saúde.
Beijo.

Toninho disse...

Uma bela página de uma poesia profunda,
há definição e dor do tempo que passa.
Colher desencontros e saber dos encontros Graça.
Muito bonito neste chão esta inspiração.
Feliz nova estação amiga.
Beijo e paz.

Ulisses de Carvalho disse...

bela inspiração na mulher que, como diziam, movimentava-se como as águas, ensinando, despida de preconceitos, a liberdade! um beijo!

Mar Arável disse...

As Isadoras existem
até ser dia
Bj

teresa p. disse...

Mais um brilhante poema sobre os sentimentos de Isadora Duncan na emoção da Poeta. "Desprevenida, errei quase todas as paixões..."
"Sei que as dores e os desencantos do amor transformaram a minha arte...Mas nunca refreei o gozo de dançar..."
Gostei imenso, como sempre, de todo o poema. Maravilha!
Beijo.

Tais Luso disse...

Um poema intenso e rico na exploração dos sentimentos, casou muito bem com a personagem!
E como não desencantar-se, querida Graça?
Maravilhoso.
Uma semana de paz e saúde. Cuide-se bastante.
Um beijo, amiga!

"Sei que as dores e os desencantos do amor
transformaram a minha arte."

Jaime Portela disse...

Mais um excelente poema da "série" Isadora Duncan.
Onde não basta ser boa poeta, também é preciso conhecer bem a história da bailarina.
Sempre que leio poemas dedicados a Isadora, lembro-me do filme com a Vanessa Redgrave.
Continuação de boa semana, amiga Graça.
Beijo.

silvioafonso disse...

Delícia de poesia. Não digo hoje,
nesse momento, mas, normalmente eu
tomo banho, troco de roupa e ajeito
a gravata só para "ouvir" a minha
poeta querida.
Um beijo, Graça. Um beijo e muito
obrigado.

São disse...

Subscrevo o comentário da nossa amiga Maria Rodrigues.

Beijinho a ambas

Carlos Augusto Pereyra Martínez disse...

Cuánto desvelas a través de este ejercicio de sentir a Isadora, de sus sentimientos y emociones. Haces que hable de adentro, de su corazón esta mujer que trasladó la vida, en el arte de la danza, para no perecer. Un abrazo. Carlos

Olinda Melo disse...


Consciência dos passos desprevenidos,
da arte que lhe inundava a alma e o
corpo e a esperança de um tempo mais
benigno.

Como sempre, minha amiga Graça, a sua
sensibilidade e talento patentes neste
belo poema sobre Isadora.

Beijos
Olinda

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá, Graça.
Li e reli seu espetacular poema, que fala da Isadora. Mulher consciente do que fazia e vivia.
Descreve a sensibilidade e a verdade sendo posta à luz "errei quase todas as paixões".
Versos bem construídos que nos mostram o quanto Isadora esperava por dias melhores. Excelente. Abraço!

Agostinho disse...

Por que razão os humanos, na imitação dos deuses, padecem de passos trocados?
Mesmo os mais exímios na arte.
Contudo, Isadora ainda dança e a prova disso está neste magnífico poema:
a Poeta faz o exercício sensível de interpretação dos sentimentos da diva.
Saúde, querida Amiga Graça Pires. Um beijo.

manuela barroso disse...

Tudo tem o encanto e o seu lado oposto. A vida é uma escolha.
Feliz de quem chega ao fim da caminhada com o sentimento das metas cumpridas mesmo que com as mazelas da viagem.
Isadora, exemplo da conquista do sonho!
Belíssimo, querida Graça
Beijinho para ti

Rajani Rehana disse...

Mind blowing post

baili disse...


inspirational poetry dear Grace as always !

nice to learn about another wonderful lady who traveled towards her true self and discovered inner world to embellish it with her undefeated dreams .
thank you for the beautiful tribute once more :)
hugs and blessings!

Majo Dutra disse...

A carência aguçou-lhe o talento e exigigiu-lhe
Viver intensamente...
Foi uma vida estraordinária que findou do mesmo modo...

Poesia sempre de ótima quAlidade, Amiga Graça.
Dias de verão agradáveis. Beijinhos.
~~~~~~~~~~

Vanessa Casais disse...

Que bonito Graça, como sempre aliás.

Bom fim-de-semana,
Vanessa Casais
https://primeirolimao.blogspot.com/

Mário Margaride disse...

Passando por aqui, relendo este excelente poema. E desejar um Feliz fim de semana, com muita saúde.

Beijinhos!

Lúcia Soares disse...

Boa noite amiga 💕

Parapeito disse...

Como sempre doce Graça, sensível e belo.
Abraço**

Ana Freire disse...

Uma vida inteira... de paixões e emoções... tão bem delineada, neste notável poema... em todas as suas fases...
Pura maravilha, Graça, com a sensibilidade e profundidade, que as suas inspiradas palavras, tão bem conseguem apreender e transmitir...
Um beijinho! Desejando-lhe um feliz fim de semana...
Ana