7.6.21

Em seara alheia




Aula prática 

Identifica os obstáculos 
todos os obstáculos 

ignora o riso fácil das musas 
quando em fogo 
se acoitam nas bermas e nas praças 

aprende a repugnância das coisas fáceis 
pequeninas insignificantes 
que em nada te acrescentarão 

percorre o teu tempo 
despojado indiferente sereno 

vira o olhar na direção do Sul 
sacode o pó das sandálias 

por fim 
constrói a tua casa 
no outro lado do caminho 
nesse lugar onde ninguém passa

Victor Oliveira Mateus
In: uma casa no outro lado do mundo. Fafe: Labirinto, 2021, p. 16

63 comentários:

Marta Vinhais disse...

Tristeza, solidão, isolamento...às vezes, é para onde o Mundo nos atira... Porque o ritmo é tão rápido que nem sempre se consegue acompanhar...
Interessante o poema..
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

chica disse...

Muito linda a poesia escolhida pra compartilhar,Graça! Que tua semana seja assim também! beijos, chica

- R y k @ r d o - disse...

Maravilhoso de ler. Puro fascínio poético.
.
Cumprimentos poéticos
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo poema.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Kasioles disse...

Sabias palabras que nos serán muy útiles en nuestro caminar por la vida.
Cariños.
Kasioles

N A S S A H disse...

Nice poetry i like it a lot

Roselia Bezerra disse...

Aprende a repugnância das coisas fáceis
pequeninas insignificantes
que em nada te acrescentarão.

Olá, querida amiga Graça!
O profundo de nós, nossa essência é o que nos basta.
A indiferença eapiritual é sabia, vou indiferente as pequenas coisas que não me acreacentam nada a não ser perda do meu precioso tempo.
Muito bom e profundo para refletirmos.
Seja muito feliz e abençoada!
Beijinhos fraternos de paz e bem

Mário Margaride disse...

Olá, amiga Graça!
Belíssimo poema aqui nos trouxe.
Não conhecia este autor. Será por certo excelente.
Obrigada, pela partilha.

Beijinhos, e ótima semana!

Emília Pinto disse...

Uma Aula pequena, mas que nos ensina o mais importante; temos obstáculos todos os dias, mas devemos " estudá-los bem, porque a maioria não interessa e devem ser imediatamente postos de lado. Por vezes ficamos incomodados com insignificâncias, com o julgamento " tolo" que fazem da nossa maneira de viver, com os ditames da moda, com problemas estéticos que nada afectam a nossa saúde, mas que incomodam os outro e afectam a nossa aparência; tudo " tolices " que enchem a nossa mente, impedindo-nos de tratar dos obstáculos que realmente importam, que são essenciais; no post anterior tratas da violência contra as crianças, violência que todos nós conhecemos, às vezes bem pertinho de nós e o que fazemos? Nada! Este, sim, é um obstáculo que temos de afastar da nossa sociedade e, como este há outros tantos que nos deveriam indignar; Às vezes, Graça, tenho vergonha de estar incluida no grupo dos animais racionais, porque a irracionalidade que vemos por aí é de arrepiar. Obrigada, Amiga, por me dares a conhecer este belo poema e o seu autor que desconhecia. Um beijinho aos dois e saúde!
Emilia

pensandoemfamilia disse...

Bela escolha de um autor que não conheço, mas apreciei. Um lindo poema. Boa semana

Agostinho disse...

Boa pesca.

"Nesse lugar onde ninguém passa"
por medo preconceito urbano
avesso a terra de desgraça
é o começo do caminho
Há um bom final de primavera
para fundação de felicidade

Saúde e alegria querida Amiga Graça Pires.

José Carlos Sant Anna disse...

Irrepreensível “aula”. Cabe ao leitor a prática. Poeta e pedagogo se juntaram para nos ensinar o caminho por meio de uma estética igualmente irrepreensível.
Fiz uma breve pesquisa sobre a produção de Victor Oliveira Mateus, poeta de história consolidada.
Em “Pelo deserto as minhas mãos” encontrei este poema e não resisti:
Toda a noite a lua/ dançou na orla do palmeiral.
[...]
E toda a noite ela saltou, rodopiou, encenou a mais estranha
coreografia no silêncio eloquente dos céus. Inconstante lua.
Dissimulada. Vai-te imagem de mil abismos – tu que a tantos
enredas com tuas múltiplas faces. Vai-te. Vai-te sinal do efémero,
maga do instante – tu que na vida dos homens, sempre que queres,
entras e sais. Vai-te e não voltes mais.

Bela partilha, minha amiga Graça Pires.
Uma boa semana para ti. Cuide-se!
Um beijo,

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e outros textos literários. disse...

Não conhecia o poeta. Gratidão pela partilha. Abraço fraterno. Laerte.

Cidália Ferreira disse...

Gostei bastante!! :))
-
Não desejo se a deusa do teu mar...
-
Uma excelente semana
Beijos

LuísM Castanheira disse...

Graça:
O poema que selecionasse, deste novo livro dum poeta consagrado e premiado, vem dar-nos uma "aula" de como devemos
só dar importância às coisas deveras úteis e verdadeiras.
Gostei muito desta "lição"
Um beijo, boa semana feliz e saudável.

Arthur Claro disse...

Linda poesia, meus parabéns.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com

A Paixão da Isa disse...

lindo nao conhecia mas gostei muito bjs saude

© Piedade Araújo Sol disse...

Graça

uma escolha muito boa, eu admiro há muito a poesia do Victor Oliveira Mateus, creio que não há nenhum trabalho dele que tenha lido e não gostasse.

Tenha uma semana abençoada com muita tranquilidade e saúde.
O resto vem por acréscimo.
Beijinhos

:)

Ailime disse...

Boa tarde Graça,
Um poema belíssimo que nos diz de forma sublime como só o essencial nos basta!
Gostei imenso de conhecer este Autor.
Obrigada por o ter divulgado com sua sempre enorme generosidade.
Um beijinho, minha Amiga, e Enorme Poeta.
Boa semana e saúde.
Ailime

teresadias disse...

Amiga Graça, obrigada por partilhares esta "Aula prática" transbordante de sabedoria.
Bela escolha, como sempre!!!
Beijo, boa semana, muita saúde.

alberto bertow marabello disse...

Ci vuole il coraggio di vivere la vita e non solo farsi vivere.
Molto bella
Grazie.
Una buona settimana con molta salute, amica Poetisa
Um beijo

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá, querida Graça.Imagem extremamente interessante.
Excelente escolha para compartilhar conosco.
Hoje, estamos aprendendo que o pouco vale muito, estamos vivendo um tempo difícil, mas que faz o engrandecimento de muitos corações.Percebo que a empatia faz morada onde nunca se imaginara. Bela mensagem, obrigada. Abraços!

Tais Luso disse...

Olá, querida Graça, não conhecia o autor, sim, essa "Aula Prática" é bastante importante, tudo que se deve fazer para termos mais paz e enfrentar a vida com calma e sabedoria. O mundo não está bom... está exigindo muito de nós numa fase muito "delicada que atravessamos".
Uma feliz semana, amiga, cuide-se bastante,
um beijo.

São disse...

Gostei de conhecer.


Convido vivamente para uma visita ao "SÃO", o meu outro blogue.

Beijinho, querida, boa semana :)

Luiz Gomes disse...

Lindo e poético texto Graça. Obrigado pela partilha. Boa segunda-feira.

bea disse...

Muito bonito este poema que fala de um caminho todo especial.
Acho linda esta ideia de dar a conhecer poemas de outra gente.
Boa semana, Graça.

Maria Emilia B. Teixeira disse...

Contratempos são oportunidade de aprendizado, às vezes dói, mas depois sara. Boa noite. Bjs.

silvioafonso disse...

Vitor é um poeta.
Palmas para o jovem senhor!
Graça, boa pedida a sua.
Um beijo, minha amiga.

Pedro Luso disse...

Olá, amiga Graça, gostei de ler o poema de Victor Oliveira Mateus, poeta que eu não conhecia. Obrigado, amiga, pela ótima partilha.
Uma boa semana, com alegria e paz.
Um beijo.

carlos perrotti disse...

Poeta interessante, poema esclarecedor. Uma visão diferente está chegando evidentemente... Muito obrigado por apresentá-lo, amiga.

Grande abraço, Graça. Cuide-se bem, Poeta.

Isa Sá disse...

Bonito poema.

Isabel Sá  
Brilhos da Moda

José Ramón disse...

Bella inspiración en este verso, que disfrute de un buen día Saludos

Franziska disse...

e
por fim
constrói a tua casa
no outro lado do caminho
nesse lugar onde ninguém passa

Conclusión de un poema magnifico. Ha sido un placer. Gracias por compartirlo.

Fê blue bird disse...

Uma aula sábia, que todos deviam pôr em prática.

Sair do óbvio e ir por caminhos diferentes, só nos engrandece.
Gostei imenso do poema e tomei nota do autor que desconhecia.

Um abraço amiga Graça, obrigada pela partilha.

Teresa Isabel Silva disse...

Bonitas palavras!
Aproveito para desejar uma boa semana!


Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

Juvenal Nunes disse...

Como alguém se lembrou de dizer, quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Os olhares da Gracinha! disse...

Também gostei desta sábia aula!
Obrigada pela visita!

Nal Pontes disse...

Que bela insoiraçao. Parabéns por compartilhar. Bjs querida

Portugalredecouvertes disse...

Bom dia Graça,
passando visitar os amigos e amigas dos blogues
e gostei muito desses conselhos sábios de um lindo poema!
Temos sempre poetas que tornam os dias mais bonitos
pela frescura do pensamento, e pelo amor ás coisas e às pessoas
que partilham com os leitores

ManuelFL disse...


Esta Aula prática é uma exortação da vida como desafio e inquietude.

constrói a tua casa
no outro lado do caminho
nesse lugar onde ninguém passa

Gostei muito do poema, Vítor

Mário Margaride disse...

Amiga Graça,
Passando por aqui, relendo este lindo poema! E desejar uma feliz quarta feira!

Maria Rodrigues disse...

Uma lição plena de sabedoria em forma de um belo poema.
Obrigado pela partilha, desconhecia o poeta.
Beijinhos

Silenciosamente ouvindo... disse...

Gostei muito deste poema, querida amiga.
Desejo que se encontre bem.
Bjs.
Irene Alves

Luiz Gomes disse...

Boa tarde Graça. Obrigado pela oportunidade e chance de conhecer novos autores.

manuela barroso disse...

Que maravilhosa poesia nos trazes hoje , querida Graça,tão cheia de simbolismo e sabedoria!
É que do outro lado estaremos mais a salvo das inquietações que nos roubam a sede de paz
Parabéns ao Vitor Oliveira Mateus
Para ti, um abraço!

Maria João Brito de Sousa disse...

EXCELENTE, ESTA COLHEITA EM SEARA ALHEIA, GRAÇA!

PERDOE-ME AS MAIÚSCULAS, MAS SEMPRE AJUDAM UM POUCO QUANDO ÀS CATARATAS SE VEM JUNTAR A AGUDIZAÇÃO DE UMA BLEFARITE...

UM BEIJO

Jaime Portela disse...

Uma boa escolha poética, gostei muito.
Continuação de boa semana, amiga Graça.
Beijo.

Duarte disse...

Já limpou o pó do caminho para que ninguém inunde essa casa criada com amor com pó alheio.
Excelente. Quanta sensibilidade!
Abraço de vida.

Olinda Melo disse...


Querida Graça

Esta sua Seara Alheia tem preciosidades poéticas dignas de
registo. Como este poema que nos indica o caminho de superação
de obstáculos e construção do nosso eu interior.

Gostei muito, minha amiga.

Beijo
Olinda

Anete disse...


Uma escolha altamente boa, querida Graça.
Versos com reflexões lindas e fortes, fortalecedoras.
Uma boa noite de quinta-feira. Beijos

Alécio Souza disse...

Querida Graça,
Que belo poema, precisamos sacudir o pó de pensamentos preconceituosos que o ser humano ainda insiste em possuir.
Um beijo!

solfirmino disse...

Querida amiga, é difícil ignorar "o riso fácil das musas", é como um chamamento de sereia...
Um beijo e boa sexta-feira.

Vanessa Casais disse...

Que bonito, melodioso e honesto.

Grata pelas suas partilhas que tanto me acrescentam. Sejam suas ou apenas partilhas de alguém.

Beijinhos Graça!
Vanessa Casais
https://primeirolimao.blogspot.com/

Mário Margaride disse...

Olá, amiga Graça.
Passando por aqui, relendo este excelente poema. E desejar um Feliz fim de semana com muita saúde.

Beijinhos!

Fá menor disse...

Muito belo! Grata por nos dares a conhecer palavras tão certeiras, e parabéns ao seu autor!

É isso mesmo: há que virar costas àquilo que em nada nos acrescenta e morar do lado de lá dos olhares que criam obstáculos.

Bom fim-de-semana!

Beijinhos.

Jornalista Douglas Melo disse...

Querida amiga Graça,
Os obstáculos da vida “olham” pra gente, aí, ou nós pulamos cada um deles e seguimos em frente, ou tropeçamos e nos “esborrachamos” de cara no chão. Porém, cair nem é o pior, aquilo que precisamos aprender, é o ato de levantar e saber enfrentar os obstáculos novamente.
Beijos, bom final de semana e cuide-se!!!

Shirley Brunelli disse...

O que nos atrapalha deve ser deixado para trás.
Muito bom, bela escolha! Um abraço carinhoso para você, Graça!

Lucinalva disse...

Bom dia, Graça
Linda postagem, bjs querida.

A.S. disse...

Belíssimo poema que nos deixa amiga Graça.
E tão verdade!

Uma boa semana, com muita saúde.
Um beijo!

Teresa Almeida disse...

Conquistemos a serenidade! Vale mesmo a pena.

"percorre o teu tempo
despojado indiferente sereno "

Magnífica colheita, amiga Graça.

Beijos.

R's Rue disse...

Beautiful

Ana Freire disse...

Preciosos ensinamentos... e preciosa partilha! Grata, por isso!...
Um beijinho, Graça! Votos de uma excelente semana, estimando que tudo esteja bem, aí desse lado!...
Ana

baili disse...

oh this treasure from other\s field is so close to my heart as i can relate to it so well dear Grace

i believe that hardships are best teacher ,they happen to bring out best of you ,and yes swimming against the waves reveals how strong is your will power :)