25.4.21

Liberdade

— Liberdade, que estais no céu… 
Rezava o padre-nosso que sabia, 
A pedir-te, humildemente, 
O pão de cada dia. 
Mas a tua bondade omnipotente 
Nem me ouvia.

— Liberdade, que estais na terra… 
E a minha voz crescia 
De emoção. 
Mas um silêncio triste sepultava 
A fé que ressumava 
Da oração.                                                                                                                                               
Até que um dia, corajosamente, 
Olhei noutro sentido, e pude, deslumbrado, 
Saborear, enfim, 
O pão da minha fome.
— Liberdade, que estais em mim,
Santificado seja o vosso nome.   

Miguel Torga
In: Diário XII, 1975  

Se quiserem ouvir o poema, dito e interpretado pelo meu filho Pedro podem fazê-lo aqui:

 https://youtu.be/9LPzqrigbJ0                                

                                                                                               
                                                                 

66 comentários:

alberto bertow marabello disse...

Buon Dia da Liberdade, amica mia.
A te, al Portogallo e a tutto il mondo perché ogggi più di ieri capiamo quanto sia importante la libertà nostra e di tutti.
Oggi festa grande.
Um beijo

Roselia Bezerra disse...

Querida amiga Graça, bom domingo de paz!
Não conhecia o poema tão lindo pelo seu 25. Obrigada pela partilha.
Tenha uma nova semana abençoada!
Beijinhos carinhosos e fraternos

LuísM Castanheira disse...

25.04.1974

eu era cego
e não sabia
era pobre
e não queria
era escravo
e padecia
era triste
e não sorria.

vivia uma prisão
que me feria
sem saber
da liberdade
que haveria.

até um dia...

dia de liberação
onde um país
rasgou as grades
saiu às ruas
e chamou sua
toda a cidade.

fui feliz nesse dia.

(a ti, Graça e à Liberdade.)
Um beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

E que se mantenha o espírito da revolução dos cravos, hoje e sempre.
Bom domingo
Beijinhos
:)

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um dia que marcou as nossas vidas, viva o 25 de Abril dia da Liberdade.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

brancas nuvens negras disse...

47 anos depois
o 25 de Abril ainda é uma chama dentro de nós
alvoroço

comoção

saudade

Mário Margaride disse...

Que o 25 de Abril nunca morra dentro de nós.
Principalmente daqueles, que nunca viveram felizmente, a mão dura e violenta da ditadura.

Feliz dia da liberdade, amiga Graça!
Beijinhos!

ManuelFL disse...

Um dia inesquecível, cuja memória sempre me comove.

Viva o 25 de abril, viva a liberdade.


Maria João Brito de Sousa disse...

Que bom reler o Liberdade do Torga neste 25 de Abril de 2021!

Forte abraço, Graça!

teresadias disse...

Excelente escolha para celebração do Dia da Liberdade.
25 de Abril sempre!!
Querida amiga, hoje a pétala é tua. Tinha de ser.
Beijo, feliz domingo.

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Graça bom dia!
Liberdade é tudo que
o ser humano deseja
e aspira.
Bela poesia.
Bjins
CatiahoAlc.

chica disse...

Lindo poema e que seja lindo o dia da liberdade por aí! bjs, chica

Elvira Carvalho disse...

Um belíssimo poema de Miguel Torga, que não conhecia. Grata pela partilha e pela visita ao meu cantinho.
Se tiver tempo e quiser leia isto. https://6feira.blogspot.com/2021/04/25-de-abril-sempre.html
Abraço, saúde e feliz 25 de Abril

teresa p. disse...

Que o 25 de Abril que nos deu a Liberdade nunca seja esquecido no coração das pessoas. Muito bonito o poema do Miguel Torga.
25 de Abri sempre! Viva a Liberdade.
Beijo.

CÉU disse...

Que engraçado e bem construído está o poema de Torga, que não conhecia! Só poderia ter sido escrito por poetas como ele. O facto de ser transmontano definiu o seu caráter na vida e na poesia.

Beijos, minha querida amiga Graça e saúde.

Natércia Ramalho disse...

Muito bonito o poema e o seu cantinho também...um beijinho e resto de um bom domingo

" R y k @ r d o " disse...

Maravilhoso sem dúvida alguma. Poema fascinante de inspiração e criatividade poética.
.
Domingo feliz … Saudação poética
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Carlos Augusto Pereyra Martínez disse...

El poema es reflexivo y capaz de definir el sentimiento de libertad, donde debe estar: en uo mis,o. Un abrazo. carlos

Os olhares da Gracinha! disse...

Não conhecia e adorei!!!
Muito bom poder comemorar tão importante data! Bj

Mar Arável disse...

Festejemos as memórias vivas

São disse...

Grande Miguel Torga!!


Viva a Liberdade!


Que o 25 de Abril esteja sempre presente e ilumine as novas gerações...

Beijinho, Graça , tudo de bom

Cidália Ferreira disse...

Simplesmente fantástico. Desconhecia totalmente!:))
*
Quero que leias esta carta rabiscada
-
Beijo e um excelente final de Domingo!

Juvenal Nunes disse...

Tenho vários livros de Torga, mas este poema não era do meu conhecimento.
A sua publicação partilha-o, enfeitando-o com a dramatização do seu filho: duas boas ideias, em louvor da liberdade trazida por abril.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Luiz Gomes disse...

Boa tarde Graça, obrigado pelo texto maravilhoso sobre liberdade. Espero que esteja tudo bem com você e sua família.

Micaela Santos disse...

Gostei de ler o poema e de ouvir!
O vídeo está excelente, o seu filho está de parabéns! Partilhei no Facebook!

Beijinho e boa semana!

bea disse...

Às vezes Torga é uma candeia a alumiar caminho. O da liberdade, por exemplo.

Majo Dutra disse...

Também me identifico bastante com este poema do nosso querido Miguel Torga.
Agradeço recordá-lo.

Uma semana agradável, querida amiga. Beijinhos
~~~~~~

solfirmino disse...

Que bonita essa poema, como se fosse uma oração.
Amém, sempre viva a liberdade para todos.
Aos poucos estamos perdendo os nossos direitos, empregos, salários, dignidade.
Sempre estão tentando nos calar.
Um beijo, amiga.

pensandoemfamilia disse...

Que poema lindo sobre a liberdade, uma bela partilha, que me deu vontade de ouvir na voz do seu filho. bjs

JUAN FUENTES disse...

La cultura es un camino que tu tienes muy trillado.

Tais Luso disse...

Olá, querida Graça, que belo poema para comemorar o 25 de abril!
Fui no Youtube ver a declamação de seu filho, tudo muito lindo, com muita emoção, minha amiga!
Um beijo, uma feliz semana!
Brilhante postagem.

Lúcia Soares disse...

Boa noite amiga 💕

Toninho disse...

Lindo poema da consciência Torga numa bela homenagem ao dia da historia Graça.
A poesia em sua mais nobre missão dar voz aos oprimidos, gritar contra a opressão.
E viva a liberdade, que seja preservada.
Uma semana leve e alegre para você.
Grato pela partilha.
Beijinho amiga.

carlos perrotti disse...

A liberdade será religião ou não será nada... Muito obrigado, Graça, por revelar tanta poesia.

Grande abraço, Poeta. Cuide-se bem por favor.

Isa Sá disse...

Que a democracia e a liberdade nos acompanhe sempre....

Isabel Sá  
Brilhos da Moda

Marta Vinhais disse...

Não conhecia este poema de Miguel Torga sobre a liberdade que tardou, mas chegou.
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Jeanne Geyer disse...

que emoção para começar o dia, simplesmente lindo! abraço!

https://mulheresquecorremcomsapos.blogspot.com/

Ailime disse...

Bom dia Graça,
Tão belo este poema sobre a Liberdade, de Miguel Torga!
Um poema que não conhecia e que muito apreciei.
Uma fabulosa partilha para assinalar o Dia que nos é tão caro!
Grata por tê-lo partilhado.
Um grande beijinho e uma boa semana com muita saúde.
Ailime

Mário Margaride disse...

Que o 25 de Abril viva sempre dentro de nós, sempre!

Votos de uma ótima semana.

Beijinhos!

Maria Rodrigues disse...

Um poema sublime de Miguel Torga.
Que nunca seja esquecido o momento que nos deu a liberdade e democracia.
Boa semana
Beijinhos

Agostinho disse...

Tão autênticos os versos de Torga. Uma oração sublime.
O Poeta que, porventura, exprimiu melhor a nossa realidade como povo.
Com as raízes afundadas na terra alimenta(va) o povo de "poesia".
E é uma oração que não perdeu utilidade na actualidade.
Conservemos intacta a ideia, a utopia. Rezemos pelo pão e pela liberdade.
Beijo com cravo orvalhado, Amiga Graça Pires.
Obrigado pela consideração e apreciação com que me brinda.

Olinda Melo disse...


Torga numa recriação do Padre-Nosso, simplesmente
fantástica.
Liberdade - o pão da minha fome. O pão que nos
sacia. Saibamos defendê-la e preservá-la.

Gostei muito de ler Torga aqui, querida Graça.
Foi uma excelente escolha.
Beijinhos
Olinda

José Ramón disse...

Encantadora poesía Saludos

eli mendez disse...

Pura revelación de poema y tan lindo escucharlo en la voz de tu hijo Felicitaciones!!
Que bueno cuando se da a conocer la buena poesía.
Un abrazo grande!

Pedro Luso disse...

Olá, minha amiga Graça, gostei muito desse poema em homenagem a uma data tão especial.
Parabéns e obrigado pela partilha. Felicidades aos irmãos portugueses!
Uma excelente semana,
beijo

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Graça,
Que maravilhosa prece!
Encantada m curvo
e bato palmas.
Bjins de boa nova semana
CatiahiAlc.

Sinval Santos da Silveira disse...

Mestra / Poetisa, Graça Pires !
Uma "Obra Prima" de Poema,interpretando
profundos sentimentos religiosos !
Parabens,Amiga.
Grato por partilhar.
Uma ótima semana, repleta de alegria e saúde !
Um fraternal abraço, aqui do Brasil.
Sinval.

Ana Freire disse...

Uma formidável partilha, Graça! Desconhecia por completo este poema de Torga! A liberdade deve ser um exercício diário, e não apenas uma conquista calendarizada!
Adorei!!! Deixo um beijinho e votos de uma excelente semana, com tudo a correr pelo melhor!
Ana

José Carlos Sant Anna disse...

Abre as asas sobre mim senhora liberdade! Ninguém melhor do que o autor de Mariana para nos falar de liberdade, pois não precisamos de nenhum galo para nos anunciar a liberdade!
Cuide-se minha amiga! Cuide-se!
Um beijo,

Teresa Almeida disse...

Aplausos, querida Graça, pela excelente escolha.
É sempre hora de ler Miguel Torga.

Grande abraço.
Viva Abril|

lis disse...

Excelente tradução do que a Liberdade deve ser, Graça
Bonita escolha _ que possamos vive-la no nosso dia a dia, sem medos.
abraços

Vanessa Casais disse...

Gostei muito de conhecer este poema e da interpretação do seu filho Pedro.

Obrigada pela partilha Graça.
Boa semana,
Vanessa Casais
https://primeirolimao.blogspot.com/

Mário Margaride disse...

Olá, amiga Graça!
Passei por aqui, relendo este excelente poema de Miguel Torga, e desejar bom resto de semana.

Beijinhos e muita saúde.

As Mulheres 4estacoes disse...

Não conhecia esse poema, uma ótima partilha.

Bela interpretação do seu filho ao poema.

Um abraço!

Luma Rosa disse...

Oi, Graça!!
Seu filho é muito talentoso!! Maravilha!!
Beijus,

Emília Pinto disse...

Mas que poema mais lindo, Graça!!!! Não o conhecia e aqui , Torga faz como que uma prece à liberdade, talvez pensando no povo da sua região, pobre e trabalhador sofrido. Não pode haver liberdade sem pão e nessa epoca o pão faltava em muitas mesas; o pão nosso de cada dia em todas as mesas, em fartura bastante é o primeiro passo para uma liberdade plena. Infelizmente, hoje, ainda há falta de pão. Amiga, adorei ouvir o teu filho. Obrigada por me dares a conhecer um poema tão belo! Fica bem, Querida Graça, com SAÚDE para todos aí em casa. Beijinhos
Emilia

Megy Maia disse...

Boa tarde, minha linda Graça!
Delicioso de se ler e ver!
Muito talentoso seu filho, adorei o enquadramento com a natureza!
Obrigada, pela partilha!
Um doce beijinho!
Megy Maia🌺😊🌺

baili disse...

thank you so much for introducing such incredible poetry dear Grace

a magnificent poem ,a perfect description of true freedom ,yes freedom belong to our inner world and it liberates our soul to dance within limitless horizons of universe in search and gratitude of divine truth
blessings and hugs!

Ana Tapadas disse...

Extraordinária a voz do teu filho, modelando este poema de Torga!

Beijo

Jaime Portela disse...

Grande Miguel Torga num grande poema.
Bom fim de semana, amiga Graça.
Beijo.

A Paixão da Isa disse...

lindo lindo desejo um feliz fim de semana bjs saude

Mário Margaride disse...

Olá, amiga Graça!
Nada mais importante nas nossas vidas, do que termos liberdade.
Mas devemos conquistar essa liberdade, dia após dia.

Belo poema!

Votos de um excelente fim de semana!

Beijinhos!

Lúcia Soares disse...

Boa tarde amiga 💕🌹 linda

AC disse...

Miguel Torga, um Mestre.

Um beijinho, Graça :)

Smareis disse...

Bom dia Graça!
Encantadora essa poesia, Fui no YouTube pra assiti a interpretação do teu filho, ficou maravilhosa.
Uma boa semana de maio pra ti!
Beijos!

Parapeito disse...

Ouvir na voz do seu filho, é uma mais valia para o poema espectacular de Torga.
Abraço*